Clínica Geral

Conheça os tipos de câncer que afetam o aparelho reprodutor feminino e saiba como tratá-los

Por Redação Doutíssima 17/06/2014

É essencial que desde a primeira menstruação, a mulher comece a consultar um ginecologista regularmente. Cuidar da saúde íntima é uma atitude preventiva muito importante para evitar que doenças e alguns tipos de câncer sejam diagnosticados em estágios muito avançados.

tipos de câncer

Um dos maiores problemas que mais preocupam os médicos, é sem dúvidas os diferentes tipos de câncer que podem ocorrer. O câncer é uma das doenças com maior incidência de morte no mundo e mesmo com todos os avanços da medicina, a cura da doenças em estágios avançados são raras.

No aparelho reprodutor feminino, os tipos de câncer mais frequentes são no colo do útero, corpo do útero e mais raramente no ovário e vulva.

Segundo o especialista em Ginecologia e Obstetrícia do Hospital e Maternidade São Cristovão,Dr. Fábio A. A. Muniz, apesar da maioria dos casos de câncer nas mulheres serem o de mama, todos os órgãos do sistema reprodutor feminino estão sujeitos a desenvolver a doença e cada um possui um tipo de tratamento específico. “As principais características que definem a agressividade de um tumor, em geral, são o tamanho no momento do diagnóstico e a presença de metástases, que são focos a distância do tumor primário”, afirma o especialista.

Tipos de câncer que afetam o sistema reprodutor feminino

Câncer de Vulva

Se caracteriza por tumores que aparecem nas estruturas externas do trato reprodutor e atingem principalmente mulheres na menopausa. O câncer é diagnosticado através de nódulos ou úlceras incomuns localizados próximos ou no orifício da vagina.

O diagnostico principal é realizado através de uma biópsia e um estudo das amostras de tecido da lesão. Geralmente, o tratamento se dá por cirurgia e radioterapia.

tipos de câncer

Câncer de ovário

Diversos fatores são relacionados ao aparecimento do câncer de ovário, como fatores hormonais, ambientais e genéticos. O câncer de mama, útero ou colorretal e o fato de nunca ter engravidado também aumenta  o risco de contrair a doença.

Como os outros tipos de câncer do sistema reprodutor feminino, o câncer de ovário não mostra sintomas específicos em sua fase inicial. Com o crescimento do tumor, pressão, dor ou inchaço no abdômen, pelve, costas ou pernas, náusea, indigestão, gases, prisão de ventre, diarréia ou cansaço constante podem aparecer.

Seu tratamento ocorre através de cirurgia, radioterapia ou quimioterapia.

Câncer de colo de útero 

Um dos tipos de câncer que afeta o sistema reprodutor feminino é o câncer de colo de útero. A doença é geralmente encontrada em mulheres com idade em torno de 45 anos. A infecção contínua do papilomavírus humano (HPV) pode influenciar no desenvolvimento deste tipo de câncer.

Mas é importante saber que já existe vacina contra o vírus da HPV. Os seus principais fatores de riscos incluem: início precoce da atividade sexual e múltiplos parceiros.

A melhor prevenção para este tipo de câncer é o exame feito pelo ginecologista, o papanicolau. Os tratamentos mais comuns incluem cirurgia e radioterapia. Quando a doença é diagnosticada em seu estágio inicial, existe 100% de chances de cura.

Saiba mais:

Câncer de colo do útero: saiba como ele ocorre, sintomas e tratamentos

Saiba o que é a mamotomia e para que ela serve

Câncer de tireoide: tudo o que você precisa saber sobre a doença

Alimentação preventiva: conheça poderosos alimentos contra o câncer

Prevenção: entenda a importância do diagnóstico precoce do câncer

Câncer de tireoide: tudo o que você precisa saber sobre a doença

Maconha reduz  tumores de câncer e médicos já prescrevem, diz pesquisa

 

 


Sites parceiros