[the_ad_group id="16401"]
Gestante

Dúvida de futura mamãe: Qual parto escolher? Saiba mais sobre a opção do parto de cócoras

Por Redação Doutíssima 07/07/2014

parto de cócoras

Conheça o parto de cócoras:

O momento do nascimento de um bebê é belíssimo mas também delicado e sensível ao entorno no qual a mãe está inserida. Escolher o melhor tipo de parto é algo que, nos dias atuais, é possível. As opções são várias e adaptáveis aos desejos das mães e as especificidades da gravidez e do bebê que virá. Em se tratando de um momento de total organicidade entre mãe e filho, o parto deve ser pensado da mesma forma.

Um dos métodos de parto mais tradicionais da humanidade, feito de cócoras, vem ganhando novamente espaço no meio médico, principalmente entre àqueles contrários à frieza que pode surgir de um parto com dia e hora marcados, por vezes indo de encontro às necessidades naturais da mãe e do bebê.
Ele normalmente ocorre sem grandes imprevistos, além de ter como colaboradora a própria lei da gravidade. Constata-se que este processo dura menos tempo, além de dar à mãe a possibilidade de movimentar-se livremente durante o trabalho de parto. Além disso, depoimentos confirmam que a dor pode ser menor e estudos verificam que o traumatismo no períneo ocorre em menor incidência entre as mulheres adeptas a este processo.

Dentre outros pontos positivos estão a possibilidade da participação do(a) parceiro(a), da ausência de métodos invasivos e quimicamente fortes para a diminuição da dor, além da recuperação quase que imediata da mãe após o processo do nascimento do bebê.

parto de cócoras

Todavia, é importe lembrar que este método é recomendável para as mulheres que tiveram uma gravidez saudável e sem contratempos, e também àquelas nas quais o bebê encontra-se já virado de cabeça pra baixo, o que favorecerá o parto de cócoras. Quanto às anestesias, recomenda-se aplica-las apenas se não impedirem o livre movimento das pernas pela mãe.

No fim, o importante é escolher um tipo de parto que não fira a dignidade física e psicológica de mãe e filho, respeitando os ritmos da natureza de cada um, e o parto de cócoras apresenta-se como uma dessas possibilidades.

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar!

Saiba mais

 


[the_ad id="14710899"]
[the_ad id="14710899"]
[the_ad_group id="16404"]