[the_ad_group id="16401"]
Clínica Geral

Exames ginecológicos são vitais para a saúde da mulher. Conheça os principais

Por Redação Doutíssima 13/07/2014

Depois da primeira menstruação, toda mulher deve procurar um médico para realizar exames ginecológicos. Com este acontecimento, o corpo feminino passa por grandes transformações e nada melhor que um especialista para esclarecer estas mudanças.

Exames ginecológicos são essenciais

Com o passar dos anos e o início da vida sexual, realizar exames ginecológicos é essencial para garantir a saúde feminina. Eles devem ser realizados, no mínimo, uma vez a cada ano, mesmo que a mulher não tenha nenhum sintoma de doença.

exames-ginecologicos

Série de exames ginecológicos deve fazer parte do check up anual feminino. Foto: Shutterstock

Segundo o Instituto Nacional de Câncer (INCA), todos os anos, cerca de 20 mil mulheres apresentam algum tipo da doença. O câncer de mama é o tumor maligno que mais afeta as mulheres, seguido do câncer do colo de útero.

Para prevenir ou detectar algum problema, confira os exames ginecológicos que devem fazer parte do check up anual feminino.

1. Exames ginecológicos clínicos

Todos os anos, com sintomas ou não, todas as mulheres precisam procurar um ginecologista para uma consulta. Neste momento, o profissional pode buscar se existe algo errado com a nossa saúde. No consultório, alguns exames ginecológicos podem ser feitos, como o exame clínico das mamas, buscando a existência de nódulos ou irregularidades.

Já no exame clínico pélvico, o médico pode avaliar através do toque a saúde do colo do útero, das trompas e dos ovários. Este exame é fundamental para o diagnóstico da endometriose – crescimento anormal do endometrio fora do útero -, assim como a doença inflamatória pélvica.

2. Exames ginecológicos: papanicolau

Este é um dos exames ginecológicos que as mulheres devem fazer todos os anos. Ele é realizado através da coleta de material da vagina pelo ginecologista, com posterior análise em laboratório.

Com ele, é possível detectar o câncer do colo do útero, inflamações e doenças como o HPV. Este exame também deve ser feito quando houver sintomas como secreção vaginal abundante ou sangramento durante o ato sexual, entre outros.

3. Exames ginecológicos: mamografia

Depois dos 40 anos, alguns outros exames ginecológicos devem ser feitos periodicamente, e a mamografia é um deles. O exame pode detectar o câncer de mama e também microcalcificações, que também podem evoluir para um tumor maligno.

Caso a mulher tenha antecedentes familiares de câncer de mama, a mamografia é indicada para começar a ser feita 10 anos antes da idade na qual surgiu o primeiro caso na família. Por exemplo, se uma tia teve câncer de mama com 45 anos, aos 35, você já pode iniciar uma rotina de detecção precoce.

4. Exames ginecológicos: colposcopia

Nos casos em que o exame papanicolau apareça com alguma alteração, o exame de colposcopia é indicado. Com ele, é possível ver se existem lesões suspeitas no colo do útero, na vagina e na vulva. Ele é feito através de um aparelho chamado colposcópio, que aumenta até 40 vezes o tamanho normal da região pélvica.

5. Exames ginecológicos: ultrassom transvaginal

Este é um dos exames ginecológicos mais eficazes para detectar cistos nos ovários, miomas e tumores. Um pequeno bastão é introduzido na vagina e, com isso, é possível detectar algum problema. O ultrassom vaginal é um dos exames ginecológicos de rotina em mulheres a partir dos 40 anos, ou pode ser recomendado antes disso caso existam fatores de risco.

 

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar!

 

Saiba mais:

 

Saiba como funciona a vacina contra HPV

Vacina contra HPV: eficácia comprovada!

Câncer de mama: o que toda mulher que se cuida deve saber

Sedentarismo aumenta em 40% os fatores de risco para câncer de mama

Fisioterapia ajuda a minimizar os efeitos colaterais do tratamento do câncer de mama

Infertilidade e Acupuntura Energética: entenda esta relação

Problemas com cistos ovarianos? Entenda como a acupuntura pode te ajudar!

Você sabe o que é mioma uterino? Conheça os sintomas e saiba como tratar

Tire 7 dúvidas relacionadas à suspensão da menstruação

Exame de histeroscopia: descubra a importância dele para a saúde feminina


[the_ad id="14710899"]
[the_ad id="14710899"]
[the_ad_group id="16404"]