[the_ad_group id="16401"]
Dieta

Dieta antiestresse combate ansiedade e ainda ajuda a eliminar quilinhos extras

Por Redação Doutíssima 26/07/2014

A rotina nos traz a cada dia momentos carregados de pressão e ansiedade. Eles fazem mal não apenas para o nosso psicológico, mas também para o nosso organismo. Um dos sintomas de uma pessoa ansiosa está na compulsão alimentar. O que isso significa? Que a pessoa tenta curar suas angústias com a ingestão desenfreada de comida, resultando em quilos indesejados. Quando isso acontece, o melhor a fazer é investir em uma dieta antiestresse.

Conheça a dieta antiestresse

A dieta antiestresse consiste na adoção de alimentos que possuam nutrientes eficazes contra ansiedade. E de quebra, você passa a comer de forma mais saudável e perde os quilinhos extras.

dieta-antiestresse

Dieta antiestresse adota alimentos contra a ansiedade, como o arroz integral. Foto: Shutterstock

A opção por uma dieta antiestresse deve também ser considerada para adolescentes em época de vestibular ou crianças que estão passando por alguma fase transitória de tensão ou ansiedade.

Alimentos essenciais para a dieta antiestresse

Confira abaixo as nossas dicas para adotar a dieta antiestresse e se livrar da angústia e do estresse sem perder o controle da balança:

Alface

Item indispensável na dieta antiestresse, tanto por causa do baixo número de calorias, quanto devido ao fato de possuir substâncias que atuam como calmantes naturais. Esses nutrientes são encontrados fundamentalmente no talo das folhas.

Espinafre e brócolis

Além de serem responsáveis pelo fornecimento de nutrientes importantes como potássio e ácido fólico, esses vegetais são ricos em magnésio e fósforos, aliados no combate à depressão por atuarem diretamente no sistema nervoso central.

Peixes e frutos do mar

Os conselhos que ouvimos desde criança sobre o consumo indicado de peixe na dieta semanal não são lenda urbana. Frutos do mar e peixes são uma ótima fonte de zinco e selênio, importantes na dieta antiestresse por aumentar a capacidade de concentração diminuindo a sensação de estafa mental e a ansiedade.

Laranja

Ideal para ajudar na prevenção da fadiga, a laranja promove um melhor funcionamento do sistema nervoso, auxiliando no combate ao estresse. Isso ocorre pois a vitamina C presente na fruta inibe a produção de cortisol no organismo o que automaticamente reduz a sensação de estresse.

Castanha do Pará

Assim como os frutos do mar, a castanha possui alta concentração de selênio, que funciona no organismo como um antioxidante poderoso. Uma unidade no dia já é o suficiente para garantir nutrientes capazes de auxiliar a redução do estresse.

Alimentos ricos em vitamina B

Um dos efeitos do estresse sobre o corpo é a produção desordenada de glicose. Para isso, os músculos são utilizados como fonte de energia. Uma forma de amenizar esses efeitos é por meio do consumo de alimentos ricos em carboidratos complexos, juntamente com doses de alimentos que contenham proteína, magra como, por exemplo, leite, carne, aveia e banana.

Arroz integral

Fonte de fibra e vitaminas do complexo B, fornecem a energia que a glicose seja absorvida de forma mais lenta e atua de forma benéfica também sobre o intestino.

Maracujá

Ao contrário do que se pensa, a fruta do maracujá não possui efeito calmante. Essa é uma finalidade encontrada em suas folhas, ricas em substâncias que agem diretamente no sistema nervoso central, agindo assim como analgésicos e relaxantes musculares. Isso proporciona a sensação de calma, sendo eficiente no combate a momentos de estresse e tensão.

 

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar!


[the_ad id="14710899"]
[the_ad id="14710899"]
[the_ad_group id="16404"]