[the_ad_group id="16403"]
Dieta

Dieta da proteína branca caiu no gosto de celebridades. Conheça!

Por Redação Doutíssima 10/08/2014

A dieta das proteínas já é famosa e possui adeptas em todos os cantos do mundo. Porém, a última novidade entre as celebridades e fitnistas é a dieta da proteína branca.

Conheça a dieta da proteína branca

Mas você sabe por que as proteínas podem te ajudar a emagrecer? E como as proteínas brancas podem ter um potencial emagrecedor ainda maior? Veja tudo sobre esta dieta e veja como é possível emagrecer até 5 kg em poucos dias.

dieta-da-proteína-branca

Dieta da proteína branca proíbe carboidratos, mas libera carnes como o frango. Foto: Shutterstock

Sobre as proteínas

A dieta da proteína branca usa o mesmo método do que as demais dietas low carb. Nestas dietas, o consumo de carboidratos é restrito e em muitas delas, como é o caso da proteína branca, proibido.

A proteína é um componente importante para as células do corpo. Os cabelos e as unhas necessitam muito de proteínas e, além disso, nosso corpo utiliza a proteína para construir e reparar tecidos. Ela é um componente importante dos ossos, músculos, cartilagem, pele e sangue.

Assim, como a gordura e os carboidratos, a proteína é um “macronutriente”, isso significa que o corpo precisa de grandes quantidades desta substância. Mas ao contrário da gordura e dos carboidratos, o corpo não armazena proteína.

Então, você pode comer alimentos ricos em proteína durante todo o dia? Não é assim, dizem os nutricionistas. A verdade é que precisamos de nos beneficiar das melhores fontes de proteína. E é nesta teoria que a dieta das proteínas é baseada.

Vantagens da dieta da proteína branca

Na dieta da proteína branca, o cardápio não inclui nenhum tipo de carboidrato. Por isso, se você não vive sem arroz, pães, massas e algumas frutas e legumes, esta dieta não é para você.

Porém, o consumo de proteínas brancas, como aves, frango, peixe, queijo, ovos e leite, é totalmente liberado. Claro que você pode consumir outros alimentos que sejam de outras cores, desde que não sejam carboidratos.

O segredo da dieta da proteína branca está no esvaziamento de glicogênio. O nosso corpo precisa de energia, que é tirada dos alimentos, principalmente dos carboidratos. Estes por sua vez são armazenados em nosso corpo em forma de glicogênio.

Quando paramos de consumir carboidratos, ou melhor, a nossa fonte de energia, o organismo tenta conservar os estoques de glicogênio que ainda resta. O resultado é que existe uma queima maior de gordura.

Outro grande benefício desta dieta é a diminuição dos picos de insulina, que é o hormônio produzido pelo pâncreas que nos faz sentir a fome. Estes picos de insulina estão relacionados com os carboidratos, portanto: sem carboidratos, sem picos de insulina. Mas por que cortar a carne vermelha, já que ela também é uma proteína? A resposta é simples, a carne branca possui menos gordura saturada.

Como seguir esta dieta

Se você quer emagrecer com a dieta da proteína branca, deve montar um cardápio seguindo as diretrizes da dieta: sem carboidratos e apenas com proteínas brancas.

Abuse dos queijos, iogurtes, flocos de aveia e não esqueça das folhas verdes. Procure balancear o seu cardápio, mesmo que esteja fazendo uma dieta restritiva. E não esqueça, esta dieta deve ser feita apenas por 21 dias.

 

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar!


[the_ad_group id="16349"]
[the_ad_group id="16404"]