[the_ad_group id="16403"]
Medicamentos

Poder cicatrizante! Entenda como a colagenase atua no tratamento de feridas

Por Redação Doutíssima 13/08/2014

A cicatrização de feridas costuma ser um dilema para as pessoas. Isto porque, quando ocorre algum tipo de abrasão ou impacto que fere os tecidos, uma série de células morrem e ficam sobre o tecido machucado. Este tecido morto atrasa o nascimento de novas células, responsáveis por recompor a região atingida.

A colagenase é uma enzima produzida pela célula móvel Osteoclasto, responsável pela destruição do osso. Ela é potencialmente eficaz no tratamento de feridas pelo fato de possuir a capacidade de destruir as células de colágeno que forma o tecido morto da ferida. Desta forma, as novas células têm mais espaço para se proliferarem.

colagenase

Colagenase abre espaço para novas células e atua na cicatrização de feridas. Foto: Shutterstock

Como usar a colagenase

A enzima colagenase é utilizada na indústria farmacêutica para a produção de pomadas, de forma independente ou combinada com outras substâncias. Os produtos que dela derivam são utilizados apenas para ferimentos superficiais, como os causados por quedas ou arranhões.

Em casos onde o tecido já entrou em estado de necrose, o material deve ser retirado primeiro, através de uma raspagem. Então, o local deve ser limpo e seco, mas não totalmente. A enzima age mais potencialmente na presença de alguma umidade. A aplicação deve ser feita em uma espessura de 2mm, em média.

Já para situações onde a necrose é crostada, ou seja, formou uma casca, a recomendação é de que se faça um corte no centro da ferida, e cortes nas laterais, para que a penetração do medicamento seja mais eficaz. A crosta deve ser umedecida com gase antes do início da aplicação, e ao final do processo, coberta com gase limpa.

É importante saber que os curativos devem ser trocados diariamente. A ação da colagenase pode ser aumentada se a aplicação for feita duas vezes ao dia. Em cada troca, o material necrosado que tiver se desprendido da pele deve ser retirado com pinça ou espátula. Detergentes e sabonetes não devem ser utilizados na região durante o tratamento, pois inativam a enzima.

O efeito da colagenase

A eficácia da enzima já foi comprovada nos diversos testes realizados. Ela é utilizada em medicamentos para doenças nas mãos e no pênis, e está em fase de testes para ser utilizada em tratamentos de combate à celulite. O fato é que a colagenase tem capacidade de digerir as fibras de colágeno natural.

Estas fibras são as responsáveis pela retenção do tecido necrosado, o que impede a cicatrização. Algumas pesquisas ainda apontam que além do efeito de destruição, a colagenase ainda incita o crescimento do tecido de granulação, que preenche os locais lesionados do corpo. Além disso, a epitelização das feridas, ou seja, a cobertura de pele saudável, também é favorecida pela enzima.

A ação completa dos medicamentos à base de colagenase ocorre em até 14 dias, mas já pode ser percebida nos primeiros 6 dias de uso. As feridas sem sangramento são as que podem receber a aplicação da pomada, que não deve entrar em contato com a corrente sanguínea.

 

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar!


[the_ad_group id="16349"]
[the_ad_group id="16404"]