[the_ad_group id="16401"]
Dica do Nutricionista > Uncategorized

Riscos da dieta da proteína: mais proteína é melhor?

Por Renata Rodrigues de Oliveira 13/08/2014

A ingestão em excesso de proteínas sempre foi um pouco questionada, pois há quem diz que ela pode causar uma sobrecarga nos rins e no fígado, além de resultar em uma perca maior de líquidos, ou seja, desidratação. A explicação científica para o que ocorre no nosso corpo ao ingerir proteínas é bem simples, vamos explicá-la a seguir.  

 

riscos da dieta da proteína

foto: shutterstock

 

Descubra os mitos e os reais riscos da dieta da proteína:

Os riscos da dieta da proteína tem a ver com a preocupação de ingestões elevadas de proteínas que resultam em quantidades excessivas de perda nitrogenada. A fração nitrogenada  dos aminoácidos não pode ser metabolizada  para a geração de energia e, dessa forma, se torna parte da amônia, que é tóxica quando acumulada. Para evitar a toxicidade, a amônia deve ser convertida em ureia no fígado e excretada pela urina.

No passado, acreditava-se que os riscos da dieta da proteína estivessem ligados com um estresse grande do fígado e os rins. Estudos em atletas  com funções do rim e fígado normais não mostraram que altas ingestões de proteínas sejam prejudiciais (Phillips, Moore & Tang, 2007; Poortmanns et al; Dellalieux, 2000). Aqueles que consomem dietas com muita proteína são, entretanto, alertados sobre o risco elevado de desidratação.

Portanto, não existe problema em aumentar as proteínas da dieta desde que isso seja feito com orientação nutricional específica. Basta ficar bem atento à ingestão de água, pois a dieta com muita proteína exige maior ingestão de líquidos para aumentar o aumento da excreção pela urina.

Saiba como se prevenir dos reais riscos da dieta da proteína

Formas de prevenir os riscos da dieta da proteína, como a desidratação:

  • Beber bastante líquido antes, durante e depois de praticar algum exercício físico.
  • Beber bastante líquido durante o seu dia-a-dia.
  • Checar sempre a cor da sua urina, pois quando ela é clara indica que você está bem hidratado.
  • Checar o seu peso antes e depois da atividade, pois se houver perda de peso durante o exercício é sinal de que você tem que beber mais líquido da próxima vez.
  • Evite ao máximo bebidas como refrigerantes, bebidas alcoólicas, e bebidas com cafeína.

E não de esqueça: Ingerir líquidos é a melhor forma de evitar os riscos da dieta da proteína. Uma boa ideia para quem pratica esportes e atividades físicas intensas é fazer uso de isotônicos (Gatorade, por exemplo), além de bastante água é claro.

 

riscos da dieta da proteína

foto: shutterstock

Saiba que além dos riscos da dieta da proteína existem também grandes benefícios

Confira aqui os 5 benefícios de uma dieta rica em proteínas, mas não se esqueça de beber sempre bastante líquido, principalmente água:

  • Proporciona a transformação dos alimentos que agente consome em energia
  • Ajuda na formação e no crescimento de massa muscular
  • Proporciona a contração muscular
  • Contribui para a não alteração hormonal do corpo
  • Ajuda a manter o nível do PH adequado no nosso sistema sanguíneo
  • Ajuda na formação do sistema imunológico

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar!


[the_ad id="14710899"]
[the_ad id="14710899"]
[the_ad_group id="16404"]