Os esportes de luta sempre contaram com a fascinação do público, o que logicamente acaba atraindo um grande número de pessoas para a prática destas modalidades. Atualmente, o MMA se tornou uma referência, quase que substituindo o boxe, que possuia um grande número de adeptos. Uma discussão que sempre vem à tona quando se fala nesse tipo de esporte é o risco que se corre por causa dos golpes sofridos em partes importantes do corpo. A principal preocupação hoje é, sem dúvidas, as lesões na cabeça.

 

lesões na cabeça
Foto: Shutterstock

 

A maioria das lesões na cabeça são leves, sem conseqüências a longo prazo. Podem danificar o couro cabeludo, crânio, cérebro ou olhos. No entanto, existem situações que podem colocar a vida do lutador em risco. Por isso, não devemos julgar este grupo de lesões pela aparência, uma vez que danos cerebrais e outros podem ocorrer sem alterações perceptíveis.

Quando um lutador recebe um golpe na cabeça, o cérebro sofre uma desaceleração brusca, podendo ser comprimido dentro do crânio. Além disso, pode ocorrer o aumento da pressão intracraniana devido a um hematoma cerebral após lesão. Isso pode causar alguns danos.

 

Lesões na cabeça

 

Os sintomas iniciais das lesões na cabeça surgem, freqüentemente, logo após o trauma. Em casos menores incluem uma leve dor de cabeça, podendo ou não ser associada a algum corte ou hematoma na face ou couro cabeludo. Importante é, independente do tipo lesão, a observação dos sintomas por especialista dentro das primeiras 24 – 48 horas, além de exames complementares para diagnóstico.

 

Tratamento para as lesões na cabeça

 

– Exames raios-X para avaliação de fraturas, ressonância magnética ou tomografia computadorizada para avaliação cerebral;

– Caso necessário, observação dentro do hospital por algumas horas até dias, dependendo da gravidade.

O principal tratamento é o repouso e observação cuidadosa.

Se você tem uma dor de cabeça forte, um corte que requer pontos, teve perda de consciência (mesmo que breve), se você está preocupado com a gravidade da lesão, ou se desenvolver sintomas adicionais você deve ir ao hospital imediatamente. É sempre bom lembrar que todos os esportes oferecem riscos e os atletas devem ter consciência e cuidar bem da saúde para minimizá-los. O acompanhamento profissional é imprescindível para todos os esportes, principalmente para estes que oferecem maiores riscos de lesão.

Na próximo texto falaremos sobre a concussão, uma lesão que necessita de grande cuidado, principalmente para o retorno ao esporte.

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar!