[the_ad_group id="16403"]
Dica do Nutricionista

Nutrição e dia-dia: Entenda a importância de alimentar-se na hora certa

Por Renata Rodrigues de Oliveira 27/10/2014

Para adquirir uma forma excelente e um desempenho máximo é bom esquecer o hábito comum de se fazer 3 refeições ao dia. Pessoas ativas precisam de se abastecer durante todo o dia, com pequenas refeições ou lanches a cada 3 horas, de preferência entre os intervalos da malhação. Neste sentido, uma nutrição equilibrada permite o bom funcionamento do corpo, de suas funções vitais e estimula as atividades cerebrais, o que aumenta a capacidade da mente.

shutterstock_28738099 (1)

Ao se fazer várias refeições, a tendência é combinar  a proteína com carboidrato e gordura, por exemplo:

Um sanduíche de peru,

uma rosquinha com manteiga de amendoim,

uma maçã com nozes.

Realizar várias refeições garante também variação na dieta e mantém constantes os níveis de açúcar no sangue, de modo a evitar baixas durante o dia, o que leva ao armazenamento de gordura e à compulsão.

Proteína e nutrição

A inclusão de pequenas quantidades de proteína nas refeições e nos lanches permite controlar o apetite, alimentar os músculos de modo mais eficiente e conservá-los quando se quer perder gordura. Este hábito favorece também a queima de gordura, já que ao realizar pequenas refeições ao dia, a proteína aumenta a termogênese, processo pelo qual o organismo converte as calorias ingeridas e a gordura armazenada em calor.

Outra vantagem é o desempenho mental. Refeições regulares e em horários determinados auxiliam a pensar melhor, a processar as informações de maneira mais eficaz, a manter a concentração por mais tempo e a levantar o humor.

shutterstock_132337193

Influência da nutrição no desempenho mental

Não somente para o corpo se faz importante uma boa alimentação. O funcionamento da mente também se beneficia dos nutrientes encontrados em nosso cardápio e auxiliam no funcionamento dos neurotransmissores. Assim como a cafeína ( quando não consumida em grande quantidade), o ômega 3, por exemplo, é um excelente aliado à memória, já que fortalece a comunicação entre as células nervosas.

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar!


[the_ad_group id="16349"]
[the_ad_group id="16404"]