Motivação

Quer viver mais e com qualidade? Confira e adote sete dicas

Por Redação Doutíssima 17/11/2014

É um desejo comum: todos querem viver mais e com qualidade. Nem todo mundo está disposto a substituir hábitos negativos por atitudes mais saudáveis, no entanto.

Eis que este é o grande segredo: para viver mais, é preciso seguir uma regrada rotina. Com base em achados da ciência dos últimos anos, é possível dizer que ter mais qualidade de vida depende de alguns pequenos segredos. Veja a seguir.

viver-mais

Ter qualidade de vida deve ser um dos seus objetivos no dia a dia. Foto: iStock, Getty Images

Segredos para viver mais

1. Alimentar-se melhor

Equilibrar a dieta é essencial se a intenção é viver mais e com qualidade.Nesta lógica, é importante lembrar que comidas ricas em gorduras saturadas, sódio e açúcares são propulsoras de enfermidades como infarto, derrames, pressão alta, diabetes e câncer, além de provocarem sobrepeso.

Buscar o equilíbrio no que é ingerido diariamente significa, conforme pesquisadores da Universidade Park, dos Estados Unidos, inserir nozes, castanhas, avelãs, amêndoas e pistache ao cardápio, já que os itens oleaginosos reduzem as chances de problemas cardíacos entre 25% e 39% quando consumidos cinco vezes por semana.

Ricos em ômega 3, esses componentes nutricionais reduzem os percentuais do colesterol ruim e impedem a formação de placas de gordura que bloqueiam as artérias. Igualmente abundante em ômega 3, o peixe é mais um componente essencial para se viver mais e com qualidade.

2. Dormir bem

Investigação da American Academy of Sleep demonstrou que dormir bem é uma das chaves da longevidade. A também americana Associated Professional Sleep Societies sugere que insones crônicos correm três vezes mais risco de morrer em comparação a pessoas que não sinalizam dificuldades em cair no sono.

Conforme os estudiosos, sete horas e meia de sono por dia é o mínimo que uma pessoa precisa para repor as energias e garantir a boa sustentação do corpo.

3. Exercitar-se

A melhor forma de combater a obesidade, a hipertensão, as patologias cardiovasculares e o diabetes é a prática de atividade física, que também dá mais disposição e energia ao organismo.

Pesquisa norte-americana publicada na revista Neuroscience evidenciou que durante os exercícios o metabolismo não só otimiza diferentes funções, mas melhora as atividades cognitivas, com ênfase à memória.

4. Manter peso adequado

Além de incrementar a saúde do corpo, evitando problemas associados ao excesso de gordura corporal, a manutenção do peso contribui à autoestima e ajuda a viver mais.

5. Conservar nervos sob controle

Quanto maior o nível de estresse, maiores os problemas físicos e psicológicos da pessoa. O estresse é fator de risco para problemas cardíacos.

De acordo com estudo realizado pela Secretaria do Estado da Saúde de São Paulo, quase 50% das pessoas que se descrevem estressadas têm seus níveis de problemas cardiovasculares aumentados.

6. Preserve o bom humor

Cientistas da Universidade Norueguesa de Ciência e Tecnologia já concluíram que pessoas bem humoradas têm o perigo de morte reduzido em até duas vezes. Para levantar o astral, a dica da Universidade de Essex, do Reino Unido, é a prática de atividades ao ar livre, capazes de melhorar substancialmente a saúde mental.

7. Ter vida sexual ativa

O sexo ajuda na liberação de hormônios que reparam os tecidos, além de ampliar a fabricação de imunoglobulina A, anticorpo essencial ao organismo. Transar também tem efeito analgésico e, por fim, protege o coração.

 

 


Sites parceiros