[the_ad_group id="16403"]
Guia dos Dentes

13 dicas para seu filho ficar com dentes saudáveis

Por Redação Doutíssima 09/12/2014

Um sorriso saudável quando adulto depende dos cuidados com os dentes ainda na infância. É que a criança que aprende a se preocupar com a higiene dentária quando ainda tem apenas os dentes de leite, em geral será mais cuidadosa também quando mudar sua dentição para permanente.

 

Pais devem repassar cuidados com os dentes

 

Manter um ritual de limpeza e outras atitudes capazes de preservar os dentes depende um pouco dos pais nos primeiro anos de vida da criança, já que alguns hábitos precisam ser repassados até que o pequeno os incorpore definitivamente à rotina.

dentes

Orientação desde cedo é fundamental para criar bons hábitos. Foto: iStock, Getty Images

Dicas para manter os dentes saudáveis

 

Algumas preocupações a serem consideradas compreendem atitudes que começam muito cedo. Veja quais são e, se alguma ainda está fora desta lista, é tempo de reverter:

 

1. Amamentação

 

A constituição dentária, para ser forte e resistente, sofre a influência da alimentação da criança. Portanto, ainda quando bebê, certifique-se de que o leite do peito seja a única fonte nutricional da criança – o líquido contém exatamente o que ele precisa para ter sua imunidade reforçada.

 

Saiba que o leite materno não prejudica os dentes, pelo contrário, é fonte de cálcio, elemento que fortalece os ossos.

 

2. Vitamina D

 

Quando desmamar, a criança vai precisar ter suas fontes de vitamina D remanejadas. Para isso, complemente a dieta do bebê com outros derivados do leite como iogurtes e queijo.

 

3. Higienização

 

Com uma fralda de pano, higienize a gengiva da criança, retirando acúmulos da alimentação.

 

4. Mamadeira na cama

 

Quando mais crescidinho, evite que vá para a cama com mamadeira. O açúcar do leite pode ser danoso.

 

5. Não aos doces

 

Não permita a ingestão de doces entre as refeições. Elimine refrigerantes e sucos industrializados do cardápio.

 

6. Orientação

 

Quando seu filho chegar à idade em que você não pode mais controlar o que ele come, nunca deixe de orientar, especialmente em relação à higiene quando comer doces.

 

7. Escovação mínima

 

Ensine e insista que seu filho escove os dentes pelo menos duas vezes ao dia ainda na primeira infância. A participação dos pais neste processo é essencial, pois são eles que devem orientar como a escovação correta deve ser feita.

 

O ideal é acompanhar a forma como seu filho escova os próprios dentes até os sete anos de idade, assim tem-se a certeza de que o cuidado é realizado corretamente.

 

8. Escova

 

Para uma escovação adequada, adote escova de cerdas macias e em tamanho reduzido. A quantia de creme dental deve ser mínima, do tamanho de um grão de ervilha. Mostre à criança que os movimentos devem ser circulares, salientando também a necessidade de limpeza dos dentes de trás.

 

9. Dentista

 

Como os adultos, as crianças devem consultar o dentista regularmente.

 

10. Flúor

 

Em alguns casos, quando há mais propensão a cáries, é possível que a aplicação de flúor seja indicada como complemento aos cuidados com a boca.

 

11. Excesso

 

Por outro lado, o excesso de flúor – presente na água ou em alguns cremes dentais, quando utilizados abusivamente pelas crianças – pode provocar fluorose dentária, problema caracterizado por manchas esbranquiçadas nos dentes.

 

É preciso, portanto, estar atento à boca do filho e, diante de qualquer sinal, levá-lo ao especialista.

 

12. Fio dental

 

Quando seu filho já estiver consciente de sua responsabilidade com a própria dentição, explique sobre a necessidade de uso do fio dental.

 

13. Enxaguantes

 

Invista em enxaguantes bucais específicos para crianças, que não contenham álcool em sua composição.

 

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão Doutíssima!


[the_ad_group id="16349"]
[the_ad_group id="16404"]