[the_ad_group id="16403"]
Remédios Caseiros

Aprenda a fazer remédios caseiros para prevenir a arteriosclerose

Por Redação Doutíssima 09/12/2014

A arteriosclerose é uma doença inflamatória crônica, que afeta o interior das artérias, que se tornam rígidas e obstruídas. Ela surge mesmo em pessoas que não têm sintomas de doença cardiovascular, que podem desenvolvê-la à medida que envelhecem. Mas é possível preveni-la adotando alguns hábitos alimentares.

arteriosclerose

Alimentação balanceada e saudável ajuda a prevenir a arteriosclerose. Foto: iStock, Getty Images

Saiba mais sobre a arteriosclerose

 

Quando a obstrução acontece nas artérias do coração, o sintoma mais comum é dor no peito, enquanto um bloqueio nas artérias do cérebro causa a fala lenta, dormência nos braços, nos pés e nos músculos faciais.

 

A arteriosclerose também pode ocorrer nas artérias dos rins, órgãos genitais, e nos braços e pernas. Os fatores de risco incluem tabagismo, transtornos de açúcar no sangue, obesidade, excesso de colesterol “ruim”, bem como uma dieta rica em carboidratos refinados e ácidos graxos trans.

 

Os danos na parede arterial também podem ser devido a infecções bacterianas ou virais crônicas. Especialistas alertam que a arteriosclerose é uma doença lenta, complexa, que normalmente começa na infância e, muitas vezes, progride à medida que as pessoas envelhecem.

 

Por vezes, os fatores hereditários e emocionais também são causas possíveis da doença. Como o desenvolvimento da rigidez das artérias está ligada a uma alimentação ruim, algumas mudanças no estilo de vida e remédios caseiros podem prevenir e tratar a arteriosclerose. Veja quais os melhores métodos.

 

Remédios caseiros contra a arteriosclerose

 

Alho

 

O alho possui anti-inflamatórios extraordinários e propriedades antibacterianas e antivirais. Isso reduz de forma significativa a placa arterial, que contribui para a doença. Ao mesmo tempo, impede a formação de mais placas nas artérias. Ele não só reduz o LDL e triglicerídeos, mas também aumenta o bom colesterol no corpo, ou seja, HDL.

 

O alho também impede a oxidação de células nas artérias. Ele é um anticoagulante natural, que impede a fibrinólise e dissolve coágulos potenciais. Para isso, basta consumir de dois a três dentes de alho cru em sua alimentação.

 

Abacaxi

 

O abacaxi contém uma enzima natural chamada bromelina, que reduz a aderência das plaquetas sanguíneas, minimizando assim o risco de coagulação do sangue. A enzima bromelina reduz a resposta inflamatória, a irritação ou a lesão nas artérias.

 

A substância também quebra as proteínas obtidas a partir da carne e outros alimentos, que não são facilmente digeríveis. Então, impede a acumulação de gorduras, prevenindo assim os riscos de arteriosclerose. A bromelina também estimula o sistema imunológico, melhorando a linha de defesa no corpo humano.

 

Chá verde

 

Conhecido por seus vários benefícios para a saúde, o chá verde está sendo cada vez mais recomendado como um remédio caseiro para a arteriosclerose. Com propriedades antioxidantes naturais, o chá verde previne os danos celulares nas artérias causados pelos radicais livres.

 

Ele também ajuda muito na redução do LDL (colesterol ruim) e a aumentar os níveis de HDL (colesterol bom). O chá verde ainda contém polifenóis, que não permitem a entrada de colesterol no intestino. Consuma chá verde diariamente e veja os resultados.

 

Salsa

 

A salsa é fonte de vários minerais essenciais, que ajudam na redução de fatores de risco de arteriosclerose. Ela contém dois principais agentes ativos – os óleos voláteis e flavonóides. Além disso, salsa contém vitamina C e betacaroteno, que são poderosos antioxidantes. Por isso, inclua salsa fresca em seus alimentos e saladas.

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão Doutíssima!


[the_ad_group id="16349"]
[the_ad_group id="16404"]