[the_ad_group id="16403"]
Relacionamento

Encontre alternativas para economizar na festa de casamento

Por Redação Doutíssima 18/12/2014

O sonho de muitas meninas é encontrar um príncipe encantado e casar durante uma linda e emocionante festa de casamento. No entanto, essa vontade pode significar gastar uma pequena fortuna com a cerimônia, decoração, buffet, vestido, lembrancinhas, cerimonialista, garçons, fotógrafos.

 

Planeje sua festa de casamento

 

Isso sem contar que você também precisará pagar pela igreja e pelo casamento no civil. Antes de sair distribuindo convites para sua festa de casamento tenha em mente quanto você e seu noivo estão dispostos, e têm condições, de investir no evento.

 

Há soluções que diminuem orçamentos sem deixar de encantar. Foto: iStock, Getty Images

Há soluções que diminuem orçamentos sem deixar de encantar. Foto: iStock, Getty Images

 

 

Lembre-se que ainda precisa sobrar dinheiro para a lua de mel. Por isso o planejamento é tão importante. Para orientá-la, separamos algumas propostas que podem fazer toda a diferença no seu investimento.  

 

8 dicas para gastar menos na festa de casamento

 

1. Planejamento é tudo

 

A primeira regra para economizar é planejar. Coloque tudo na ponta do lápis, realmente tudo que vocês querem que faça parte da festa de casamento. Não deixe para decidir as coisas próximo à data da cerimônia. Lembre-se: última hora significa preço alto.   

 

2. Faça orçamentos

 

Depois que vocês decidirem o que querem para o evento, comecem os orçamentos. A diferença de preço entre um prestador de serviço e outro pode ser de mais de 50%. Não tenha vergonha, pesquise mesmo. Afinal, quem vai pagar é você!

 

3. Saiba escolher o buffet

 

Os comes e bebes são as partes mais caras de uma festa de casamento. Por isso, tenha em mente que menos é mais. Não opte por um cardápio complexo, nem sofisticado demais e tampouco cheio de variedade. Isso só encarece os serviços.

 

O mesmo vale para as bebidas. Sirva no máximo três opções, como água, refrigerante, cerveja ou vinho. Outra maneira de economizar é optar por cardápios de culinárias típicas, como italianas, alemãs ou japonesas, por exemplo.

 

4. Faça permuta quando possível

 

Se você ou seu futuro marido têm algum negócio ou produto capaz de servir de permuta com algum prestador de serviço para a festa, não perca tempo. Troque o seu pelo dele.

 

5. Nada de parcelar ou de pagar depois da festa

 

O pagamento de todos os prestadores de serviços devem ser feitos até o dia da festa de casamento. Se você precisar parcelar algum serviço não tem problemas, desde que o vencimento dos últimos pagamentos não extrapole o dia da cerimônia. Sempre que possível, pague à vista pelos serviços, assim você pode negociar descontos.

 

6. Esqueça o glamour

 

Ao invés de escolher aquela igreja super badalada que tem fila de espera de dois anos, você pode optar por casar naquela capela perto de casa onde você e todos os seus primos fizeram a primeira comunhão.

 

Muito comum fora do Brasil, os casamentos ao ar livre, no quintal da própria casa, também são alternativas para economizar e também para uma cerimônia e festa de casamento original.

 

7. Indicação

 

Todo mundo conhece alguém que casou e que pode indicar os serviços de algum profissional. As indicações podem ser uma maneira bem simples de conseguir economizar.

 

8.Produza em casa

 

Fazer os objetos de decoração em casa junto com a mãe ou com as madrinhas é uma boa forma de economizar. Mas para isso, vocês precisam de tempo e de organização. Crie uma rotina de produção e não deixe para última hora.

 

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão Doutíssima!


[the_ad_group id="16349"]
[the_ad_group id="16404"]