[the_ad_group id="16401"]
Dica do Nutricionista

Conheça os benefícios da pipoca para a saúde

Por Redação Doutíssima 21/12/2014

Comer pipoca faz bem. Quem consome o alimento tem mais chances de oferecer ao organismo as quantidades diárias de grãos integrais exigidas. A constatação é científica, inclusive já publicada no Journal of the American Dietetic Association. Outro estudo também publicado pelos americanos é claro ao apontar os benefícios da pipoca.

 

Fonte de fibras e antioxidantes, a pipoca faz bem desde que consumida com moderação. Foto: iStock, Getty Images

Fonte de fibras, a pipoca faz bem desde que consumida com moderação. Foto: iStock, Getty Images

 

Se ela for preparada de forma adequada, a guloseima é uma excelente fonte de antioxidantes (polifenóis). É dizer, portanto, que o combate aos radicais livres, componentes responsáveis pelo envelhecimento celular, consta entre os principais benefícios da pipoca.

 

Benefícios da pipoca incluem prevenção a câncer

 

Da mesma forma, por conter porções generosas de antioxidantes, o grão auxilia no fortalecimento do sistema imunológico, contribuindo, a propósito, para a prevenção de alguns tipos de câncer.

 

Há investigações, inclusive, que são precisas em apontar que certas substâncias presentes na parte branca da pipoca podem ter papel importante na diminuição do risco de câncer no aparelho digestivo.

 

A lista de benefícios da pipoca é extensa. Livre de conservantes e aditivos químicos, o produto é apontado como importante na redução do risco de diabetes. Por tratar-se de um amido resistente, o carboidrato não gera oscilações súbitas nos percentuais de glicose na corrente sanguínea.

 

É anunciado, também, como colaborador no combate a doenças cardiovasculares, tudo por conta de suas propriedades naturais.

 

Outro aspecto que endossa a relação de benefícios da pipoca é o de que o alimento é rico em fibras, o que não apenas o torna um grande aliado da flora intestinal, mas um excelente recurso para os que buscam a redução de peso corporal, já que prolonga a sensação de saciedade.

 

Controle do colesterol é um dos benefícios da pipoca

 

A pipoca, sugerem pesquisadores, é sinalizada ainda como componente nutricional capaz de auxiliar no controle das taxas glicêmicas, ademais de contribuir para a regulagem dos níveis de colesterol e triglicerídeos.

 

O milho é tido como vantajoso à saúde dos olhos por conter zeaxantina e luteína, substâncias que evitam catarata e degeneração macular (centro do campo visual).

 

Por fim, não se pode mencionar os benefícios da pipoca sem lembrar que o item é também composto por fósforo e potássio, nutrientes que reforçam o sistema nervoso, além de exercerem importante função na formação óssea e na manutenção muscular.

 

Para ser contemplado com as benesses da pipoca, é importante que ela seja preparada com cuidado e consumida com cautela. Para estourá-la, deve-se usar apenas um fio de óleo. Do mesmo modo, a quantidade de sal deve ser diminuta, do contrário excede-se nas quantidades de sódio no organismo.

 

Pipocas com manteiga ou margarina devem ser evitadas à medida que incrementam o colesterol ruim (LDL) e reduzem o bom (HDL), mesma orientação que as açucaradas – com melado, chocolate ou leite condensado. Além de altamente calóricas, estas versões não contribuem com nutrientes úteis para o equilíbrio metabólico.

 

As de micro-ondas tampouco são as opções mais saudáveis, portanto, invista nas mais simples, de saquinho, a serem preparadas na panela. A porção ideal ao dia não deve ultrapassar os 20 gramas, isto é, uma xícara e meia. A recomendação é consumir a pipoca tomando bastante água.

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão Doutíssima!


[the_ad id="14710899"]
[the_ad id="14710899"]
[the_ad_group id="16404"]