[the_ad_group id="16401"]
Amor e Sexo

Conheça as principais vantagens e desvantagens dos relacionamentos abertos

Por Redação Doutíssima 30/12/2014

Todo mundo ama a liberdade, mas a maioria gosta de impor limites nela quando diz respeito ao seu relacionamento. Nos últimos anos, porém, há uma tendência de maior aceitação dos relacionamentos abertos. Esse tipo de compromisso é nada mais nada menos do que um acordo entre os parceiros, no qual um autoriza o outro a ter relações secundárias secundárias ou sexo com outra ou outras pessoas.

A ideia parece assustadora, mas alguns casais que vivem desta maneira acreditam que essa forma de se relacionar é o segredo para ter algo mais verdadeiro e duradouro. A verdade, porém, é que o relacionamento aberto, assim como o monogâmico, possui vantagens e desvantagens – você precisa considerá-las para então decidir se é o ideal para você.

 

 

relacionamentos-abertos

Ponha na balança os prós e contras de um relacionamento aberto. Foto: iStock, Getty Images

A primeira coisa que ambos precisam considerar antes de abrir o relacionamento é quais as opiniões de cada um sobre o amor e o sexo. Se cada um deles sabe diferenciar os dois, é um ótimo começo, mas se somente a ideia de ver o parceiro ou a parceira com outra pessoa é algo que provoca calafrios, talvez esta não seja a melhor opção.

Além disso, antes de se jogar nesta nova experiência, é preciso definir quais são os limites, para que a situação não gere mal entendidos com o passar do tempo. Por isso, aderir à turma dos relacionamentos abertos é algo que deve ser pensado e discutido muito entre o casal, e é preciso ponderar sobre as vantagens e desvantagens. Conheça algumas delas.

 

Vantagens dos relacionamentos abertos

 

Uma das principais vantagens dos relacionamentos abertos está nas diversas possibilidades. Muitas relações acabam justamente por isso, ou seja, as pessoas gostam de ter novas experiências e assim, acabam caindo na armadilha da traição.

Em relacionamentos abertos, é totalmente possível conhecer uma pessoa em um bar e até ir para cama com ela, sem arrependimentos e sem culpa. Outra razão é que o sexo se torna mais intenso e variado, o que torna tudo ainda mais excitante.

Estar em um relacionamento que oferece essa possibilidade significa que você não vai se sentir preso de forma alguma. Se você é uma pessoa que corre ao primeiro sinal de compromisso, portanto, o relacionamento aberto pode ser uma ótima forma de estar com quem você gosta.

Além disso, quando a sua vida sexual é mais variada e intensa, isso acaba refletindo em sua relação com seu parceiro, já que sempre será algo com mais emoção e manter as coisas interessantes por muito mais tempo.

 

Desvantagens dos relacionamentos abertos

 

Mas como nada são somente flores, os relacionamentos abertos também têm muitas desvantagens. A primeira delas é que, mesmo que tecnicamente não exista culpa, você pode senti-la. Além disso, há uma grande chance de você sentir ciúmes quando vê o seu parceiro com outra pessoa, ou quando você ouve falar sobre eles.

E depois, é claro, há o problema de possível gravidez ou contágio de doenças sexualmente transmissíveis. Embora seja possível ter sexo totalmente seguro, nenhuma forma de contraceptivo é 100% eficaz e há sempre a chance de que algo dê errado. Por óbvio que a chance disso acontecer é dramaticamente maior quando você tem múltiplos parceiros sexuais.

 

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão Doutíssima!


[the_ad id="14710899"]
[the_ad id="14710899"]
[the_ad_group id="16404"]