[the_ad_group id="16403"]
Amor e Sexo

Sexo intenso: confira dicas para manter a chama acesa

Por Redação Doutíssima 31/12/2014

Em um relacionamento a dois, é preciso estar sempre procurando evitar que as coisas fiquem monótonas, ou seja, que o namoro ou casamento caia na rotina. Quando isso acontece, um dos sintomas mais frequentes e indesejados é a queda do apetite sexual do casal. Mas, afinal, é possível manter a chama da paixão acesa e o sexo intenso em um relacionamento duradouro?

Como manter um sexo intenso

Uma coisa é certa. Desejo não é algo que aparece do nada. Em geral, o tesão aparece com as sensações corporais. Beijos e carícias com variação de intensidade, que estimulam o tesão na pessoa. Não adianta ficar esperando que o desejo apareça – sem intimidade não vai haver motivação. A entrega, o querer estar perto, tocar e sentir o parceiro, tudo isso é fundamental.

sexo-intenso

Com algumas atitudes, é possível evitar que o sexo fique monótono. Foto: iStock, Getty Images

Outro ponto importante é ter consciência de que não existe uma frequência ideal para se ter vontade de fazer sexo. Esse discurso machista de que o casal deve ter sexo diariamente é cascata. O casal deve estar satisfeito com sua frequência sexual, e procurar valorizar mais a qualidade da transa e menos o número de vezes que ela acontece.

Dicas para manter o sexo intenso

Invista nas carícias

Para o desejo aparecer mais intensamente, capriche (tanto homens quanto mulheres) nas preliminares: beijos, carícias e massagens. Namorar  faz a libido acontecer. A excitação exige movimentos no corpo e vontade de explorar o prazer alheio também. Isso torna o sexo intenso.

Estimule

Declarações de tesão e de afeto em clima de namoro podem ajudar bastante para tornar o sexo intenso. Mulheres gostam de se sentir desejadas e os homens preferem ter partes do seu corpo estimuladas, como o pênis, as pernas e os braços. O desejo sexual masculino também tem sua motivação numa bastante voltada aos estímulos visuais e a fantasias, como ver filmes ou revistas pornográficas.

Fatores biológicos

Preste atenção no mecanismo do corpo: mulheres costumam ter um desejo sexual mais intenso na primeira quinzena do ciclo menstrual. Esse é o período em que o corpo se prepara para ovular e a natureza biológica leva a uma maior disposição para o desejo de sexo intenso. Este é um bom período para as mulheres se estimularem, sozinhas ou com seus parceiros, sentindo como o desejo aflora e como gostam de ser tocadas.

Entregue-se

Ansiedade ou falta de capacidade de aproveitar o momento levam a sensações de baixa autoestima e autoconfiança, levando a pessoa, ao invés de se entregar ao prazer, a pensar coisas como “estou feia demais”, “não vou conseguir ereção”, “ele não vai ficar comigo”. Estes castigos pessoais impedem que as pessoas relaxem com as sensações eróticas – ao invés disso, ficam pensando sobre problemas, muitas vezes inexistentes.

Fiquem juntos

Uma excelente dica é a prática de uma atividade física em comum, que pode ser uma simples caminhada diária. Este momento ajuda aliviar o estresse e a tensão, libera endorfina, regula a serotonina e auxilia na manutenção do corpo para a disposição e desejo sexual. O casal passa a se conhecer mais fisicamente. Aprendam juntos a descobrir e aproveitar as sensações prazerosas de seus corpos. Os carinhos assim, passam a ser mais eficazes e únicos.

Valorize a sua sensualidade

Invista em hábitos que despertem o desejo do seu corpo. Acessórios podem ajudar, e, existe uma infinidade deles no mercado. Para que se sinta vontade de fazer sexo intenso é preciso pensar muito no assunto, isso ajuda a estimular as fantasias sexuais e melhoram o desejo sexual. Com intimidade de suas zonas erógenas, fica mais fácil a aceitação de carícias, uma vez que o corpo é estimulado.

 

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão Doutíssima!


[the_ad_group id="16349"]
[the_ad_group id="16404"]