[the_ad_group id="16401"]
Amor e Sexo

Amor correspondido faz bem à saúde

Por Redação Doutíssima 02/01/2015

É cientificamente comprovado: amar e ser correspondido faz bem à saúde. A sensação de ter um companheiro que completa você e a faz se sentir feliz é uma das melhores coisas para a alma, não é? Entretanto, não é só ela que se beneficia com essa situação. A Universidade Médica de Viena comprovou cientificamente que a saúde do corpo humano melhora quando a pessoa tem um amor correspondido.

Quando amamos, tudo parece mais leve, mais fácil e mais bonito. Nossa autoestima aumenta, temos prazer em nos arrumarmos e cuidarmos da beleza, não damos importância para problemas pequenos, temos mais segurança para encarar desafios, mais vontade de viver e buscamos melhorar nossa qualidade de vida.

 

amor-correspondido

Quando amamos, há benefícios para a alma e também para o corpo. Foto: iStock, Getty Images

 

Benefícios do amor correspondido para a saúde

 

Porém, além de tudo isso, estudiosos descobriram reações físico-químicas do amor correspondido no corpo humano. Aliviar estresse e ansiedade, controlar a pressão arterial e melhorar a memória são alguns desses efeitos.

Um simples abraço, por exemplo, aumenta os níveis de oxitocina, conhecido como o hormônio do amor. Da mesma forma, beijar quem amamos e nos ama de volta estimula a produção de oxitocina e reduz o cortisol, causado pelo estresse.

Já durante a prática sexual, muitos benefícios para a saúde estão envolvidos: produzimos grande quantidade de anticorpos no sangue, o que aumenta nossa imunidade e cura leves depressões; é liberada endorfina na corrente sanguínea, o que gera sensação de euforia e bem-estar; e o beijo propicia uma melhora da saúde bucal. Quem diria que, além do prazer que nos proporciona, transar poderia fazer tão bem à saúde?

Portanto, se você desfruta de um amor correspondido, veja algumas dicas para aproveitar o relacionamento em favor de sua saúde.

 

Aproveitando as vantagens do amor correspondido

 

Abrace muito

O abraço aumenta os níveis de oxitocina no organismo. Então, além da troca de carinho envolvida, o que faz muito bem para a alma, o abraço vai proporcionar benefícios para sua saúde física.

Mantenha-se presente

Fique perto de quem você ama. Mesmo sem fazer e dizer nada, manter-se próximo do amado faz a pessoa se manter relaxada, aliviando a pressão arterial. Lembra daquela sensação de que não existem problemas quando vocês estão juntos? Pois é, amor correspondido é milagroso.

Muitos beijos

Da mesma forma que o abraço e outras formas de carinho, beijar também estimula a produção de oxitocina e reduz o cortisol. Além disso, aumenta a produção de saliva, auxiliando na limpeza da boca e dentes e atuando contra a placa bacteriana. Obviamente que isso só é possível quando se tratam de bocas cuja higiene esteja em dia.

Bastante sexo

Durante o ato sexual, liberamos endorfina, o que neutraliza o hormônio produzido pelo estresse, o cortisol; produz grande quantidade de anticorpos no sangue, o que aumenta a imunidade; e causa sensação de euforia e bem-estar, o que é um ótimo remédio contra depressões leves. Além de tudo isso, o prazer e o relaxamento causados quando fazemos sexo com amor correspondido são únicos e revigorantes.

 

 


[the_ad id="14710899"]
[the_ad id="14710899"]
[the_ad_group id="16404"]