[the_ad_group id="16401"]
Clínica Geral

Fique alerta e saiba como evitar as doenças de verão

Por Redação Doutíssima 09/01/2015

São as condições de calor, exposição ao sol e, até mesmo, a higiene que facilitam o aparecimento das doenças de verão. Elas costumam surgir justamente no período de férias ou descanso e são causadas por diversos fatores, desde parasitas até vírus, bactérias ou a simples exposição solar.

doenças de verão

Prevenção das principais doenças no verão se dá com cuidados com sol. Foto: iStock, Getty Images

Prevenção das doenças de verão é simples

Em geral, a prevenção para elas é bastante simples e feita no dia a dia. Conheça algumas das mais comuns e saiba como se prevenir.

Desidratação

Ocasionada pela perda de líquidos e eletrólitos (como o sódio e o potássio) do nosso organismo, a desidratação é uma das doenças de verão mais comuns. Seus sintomas se apresentam através de vômitos, suor intenso, diarreia e dores de cabeça.

Quando não repomos a quantidade necessária de água que nosso corpo precisa, ocorre esse problema, que pode ser tratado com soro oral (vendido em farmácias) ou mesmo o caseiro (com água, sal e açúcar).

Para preveni-la, tome principalmente água (no verão, é aconselhável consumir mais de 3 litros por dia). Você pode também beber sucos naturais de frutas como alternativa, mas não esqueça que a água é insubstituível.

Insolação

Entre as doenças de verão ocasionadas por exposição ao sol, está a insolação. Ela acontece quando a temperatura do corpo aumenta demais, e é provocada principalmente pelo calor extremo.

No tratamento, quando estiver com insolação, você pode tomar banhos frios (mas não gelados) de aproximadamente 15 minutos. Permaneça em ambientes frescos, na sombra e ingerindo muita água.

Prevenir a insolação é possível ao evitar a exposição ao sol e ao calor. Use roupas frescas e leves e não fique em ambientes abafados.

Bicho geográfico

A doença do bicho geográfico é uma das doenças de verão provocadas por organismos vivos. Nesse caso específico, pela larva de parasitas nematoides. Seu contágio é feito pela pele, e causa manchas avermelhadas que coçam e deixam marcas em formato de mapa (por isso o nome “geográfico”).

O tratamento é específico para cada pessoa, mas geralmente consiste na dose única de um vermífugo. Para evitar o contágio, procure não andar descalço, verificando sempre como está o solo, já que os vermes se proliferam na sujeira, principalmente nos dejetos de animais.

Diarreia

Uma das doenças de verão mais comuns é a diarreia. Ela pode ser provocada de diversas maneiras, desde a infecção por uma bactéria até mesmo pela ingestão de alimentos estragados. O problema consiste em um aumento na necessidade de defecar.

Em geral, a evacuação é feita de forma líquida. É necessário tomar cuidado caso ela apareça acompanhada de outros sintomas, pois pode ser sinal de uma doença mais grave. Consulte sempre um médico.

A prevenção da diarreia se dá, principalmente, através da higiene. Lavar sempre as mãos com água e sabão neutro e utilizar álcool gel são as primeiras medidas. Além disso, limpe sempre os alimentos com água antes de comer (frutas, legumes e verduras).

Evite consumir comidas perecíveis na rua ou locais em que você não conhece a procedência. Além disso, verifique se a água que você está bebendo é potável e limpa.

 

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão Doutíssima!


[the_ad id="14710899"]
[the_ad id="14710899"]
[the_ad_group id="16404"]