[the_ad_group id="16401"]
Medicina Alternativa

Elefantíase: aprenda a preparar remédios caseiros

Por Redação Doutíssima 12/01/2015

A elefantíase é uma doença causada pela má circulação do sangue. Além de causar problemas estéticos, gera também a dificuldade de locomoção, já que a sua principal consequência é a dilatação e inchaço da perna afetada. Isso faz o pé assemelhar-se a uma pata de elefante – daí vem o nome da doença.

 

elefantíase

Remédios caseiros podem ser utilizados como tratamento paralelo. Foto: iStock, Getty Images

Também conhecida como filariose, ela é uma doença parasita, que ataca a circulação linfática, a partir da inflamação dos vasos e obstruiu a passagem do sangue. Diagnosticar a elefantíase não é tarefa fácil, já que ela se desenvolve lentamente, e por vários anos. Paralelamente ao tratamento médico, é possível acelerar os resultados com alguns remédios caseiros. Confira, abaixo, algumas opções.

 

Remédios caseiros contra a elefantíase

 

1. Chá de pata-de-vaca

É uma planta com alto teor diurético, por isso, ingeri-la e fazer compressas na região afetada poderá diminuir os sintomas da elefantíase.

Para fazer as compressas, misture 150 gramas de folhas de pata-de-vaca em um litro de água fervente. Deixe os ingredientes parados por cinco minutos e, depois, aplique compressas do composto no membro afetado. Para ingerir, você deve diminuir a quantidade da planta para 30 gramas – fora isso, o modo de preparo é igual.

2. Chá de murta-cultivada

Para cada um litro de água use 150 gramas da planta. Ferva os ingredientes por 10 minutos e faça banhos com o chá na perna prejudicada todos os dias.

3. Chá de figo

Misture 40 gramas de folhas de figueira com um litro de água, ferva, coe e tome até quatro xícaras diárias.

4. Chá de goiaba

A quantidade de cada ingrediente é igual a do chá de figo, apenas substitua as folhas de figueira por folhas de goiabeira. Beba quatro porções ao dia.

5. Suco natural de jenipapo

Corte a fruta em pedaços pequenos e coloque no liquidificador, com um copo de água e açúcar a gosto. Bata tudo até que a fruta se desmanche totalmente. Coe e beba quatro copos de 250 ml do suco gelado por dia.

6. Suco de cenoura

Prepare o suco de cenoura da mesma maneira que o suco de jenipapo, e tome um copo de 250 ml dele todos os dias antes do almoço. Outra maneira de aliviar a elefantíase usando a cenoura é fazer compressas do legume ralado por duas horas diárias.

7. Suco de cebola

Bata meia cebola sem casca com um copo de água no liquidificador. Coe e beba duas vezes ao dia. Se achar necessário, coloque mais água.

8. Inhame

Você pode fazer compressas com inhame ralado nas áreas afetadas, deixando o produto agir por duas horas. Além disso, comer inhame cozido com azeite de oliva e sal também contribui na diminuição dos sintomas da doença.

 

Causas e sintomas da elefantíase

 

A elefantíase é causada pela picada dos mosquitos Aedes Aegypti, Anapholes ou Mansonia, ou de moscas varejeiras. Ao picar uma pessoa, estes insetos depositam uma larva, que é responsável pela contaminação.

Os principais sintomas da doença são dor de cabeça e muscular, coceira pelo corpo, febre alta, inchaço nas pernas, braços, seios ou escroto, intolerância à luz, asma e reações alérgicas. Eles podem se manifestar de um mês a 10 anos após a picada do mosquito.


[the_ad id="14710899"]
[the_ad id="14710899"]
[the_ad_group id="16404"]