[the_ad_group id="16403"]
Medicina Alternativa

Olho de peixe: aprenda a preparar remédios caseiros

Por Redação Doutíssima 16/01/2015

Semelhante a um calo, o olho de peixe é uma doença que acomete a pele e costuma ocorrer, principalmente, na região das mãos e dos pés. Sua manifestação acontece através de uma espécie de verruga, que aparece na palma da mão (verruga palmar) ou na sola dos pés (verruga plantar).

 

Saiba mais sobre o olho de peixe

 

Causando dor e desconforto, ela se caracteriza por uma erupção na pele, em forma de lesão arredondada, de tamanho pequeno. Costuma ser de cor amarelada e ter um ponto preto no meio, parecido com o olho de um peixe. A causa da doença é o contato direto da região lesionada com uma pessoa infectada pelo vírus do HPV (Papilomavírus humano), que pode estar em piscinas, vestiários e locais públicos.

olho de peixe

Remédios caseiros ajudam a tratar o olho de peixe. Foto: iStock, Getty Images

Remédios caseiros para tratar o olho de peixe

 

O olho de peixe pode ser cuidado em casa, através de remédios caseiros que combatem o desenvolvimento da lesão. O uso da acácia, uma planta medicinal, e do alho, auxiliam no tratamento desse problema.

Medicamento à base de alho

Devido à sua ação antibacteriana e antisséptica, o alho ajuda a tirar o vírus causador do olho de peixe do organismo. Para fazer o tratamento em casa com o alho, você vai precisar de três dentes de alho e 50 ml (1/4 de copo) de água. Na hora do preparo, coloque todos os ingredientes em um recipiente (pode ser uma xícara), misture-os e deixe repousar por um período de cinco horas. Depois desse tempo, coe e lave a região lesionada com essa água, duas ou três vezes ao dia.

Medicamento à base de acácia

Com propriedades cicatrizantes e anti-inflamatórias, a acácia é uma planta que auxilia no tratamento do olho de peixe, tratando também outros problemas de pele e funcionando como potente remédio para prevenir a reincidência da lesão.

Você pode comprar o óleo essencial da acácia em farmácias, lojas botânicas ou casas naturais. Com ele em mãos, aplique algumas gotas do produto no local onde está a ferida, com ajuda de um algodão. Faça esse procedimento de três a quatro vezes por dia, depois coloque um curativo para proteger a região, que não deve ser tocada com muita frequência.

Tratamento medicamentoso

Quando em estágio inicial, é possível tratar o olho de peixe com medicamentos tópicos, sob prescrição de um médico dermatologista. Esse tratamento é feito em casa, com supervisão profissional. Já numa fase mais crônica, a doença pode atingir regiões mais extremas e profundas da pele, exigindo um procedimento cirúrgico para remover a lesão.

Enquanto estiver tratando o problema, é recomendável a utilização de palmilhas especiais, que circundam a região da lesão e evita a pressão do peso sobre ela, o que pode causar dor.

Os remédios para o problema costumam ser feitos com base no ácido acetilsalicílico, consistindo principalmente em pomadas para aplicação direta no local afetado. Elas podem ser encontradas em farmácias e são aplicadas com massagens suaves onde se encontra o olho, esperando a absorção completa do produto na pele.

Ela deve ser aplicada diariamente, de duas a três vezes, até que o problema esteja completamente curado. O tratamento costuma durar um longo período de até 30 dias, dependendo do tamanho do machucado. Coloque a pomada apenas onde está a lesão.

 

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão Doutíssima!


[the_ad_group id="16349"]
[the_ad_group id="16404"]