[the_ad_group id="16403"]
Remédios Caseiros

Salsaparrilha: aprenda a fazer remédios caseiros

Por Redação Doutíssima 17/01/2015

A salsaparrilha  é uma planta nativa da América Equatorial, encontrada em vários países, especialmente no México, Brasil e Peru. A planta se assemelha a uma trepadeira, com raízes grossas e folhas ovais em forma de lança.

As flores são pequenas e esbranquiçadas e os frutos avermelhados. Tem propriedades anti-inflamatórias, afrodisíacas, depurativas, estimulantes e tonificantes.  Antigamente, era usada por indígenas pelas suas propriedades depurativas do sangue.

Salsaparrilha

A variedade de propriedades desta planta a tornam um remédio versátil. Foto: iStock, Getty Images

Salsaparrilha contra substâncias tóxicas

 

Outros benefícios da planta já foram comprovados, como seu efeito diurético, sudorífico (assim como as plantas diuréticas e laxativas, as plantas sudoríficas ajudam a expulsar substância tóxicas do organismo, nesse caso, através da eliminação de suor pela pele) e lubrificante.

A salsaparrilha é indicada para combater doenças inflamatórias como gota, reumatismo, artrite, cistite, gripe, ureia e resfriado. É muito utilizada no combate a doenças venéreas como sífilis e gonorreia. Seus benefícios também se estendem por doenças da pele, externamente, é usada para lavar a pele onde haja psoríase, herpes e até acne.

Pode também ser usada na eliminação de excessos de ácido úrico, regularizando o trânsito urinário, além de auxiliar na eliminação de pedras nos rins e bexiga. A salsaparrilha pode também ser utilizada em bebidas energéticas naturais e como estimulante sexual.

A planta possui uma raiz que pode crescer até 2 metros. E a raiz – que é composta por glicosídeos, essências, amido, glicose, smilacina, molho de saponina, ácido salsapínico e nitrato de potássio -, é a base para o seu uso medicinal. A seguir, veja 5 receitas de medicamentos naturais que podem ser feitos à base de salsaparrilha:

Chá – A bebida pode ser feita com duas colheres (sopa) da raiz da erva em um litro de água. Deixe ferver por 3 minutos, aproximadamente. Mantenha tapado em infusão por 10 minutos e está pronto para o consumo. Tome no máximo três xícaras por dia.

Para doenças venéreas – Ferva 1 litro de água, com 2 colheres (sopa) de raízes de salsaparrilha e 2 de alazão abençoado. Mantenha fervendo por 5 minutos. Depois adicione 3 colheres e meia (chá) de tomilho seco. Deixe em infusão, tapado, por uma hora. A bebida deve ser tomada ao longo do dia.

Para fazer suar – Uma xícara de água fervendo, com uma colher (chá) de raiz de salsaparrilha. Tomar três vezes ao dia.

Para reumatismo – Coloque em um litro de água, 35 gramas de raízes da planta. Deixe ferver por 20 minutos. Beba dois copos por dia.

Para aumentar o apetite – Coloque 30 gramas de raiz esmagada em um litro de água fervente, deixe sobre brasas ou cinzas quentes, por três ou quatro horas. Beba durante o dia.

Embora seja uma grande aliada para combater várias doenças, deve ser consumida com moderação – não mais de 3 xícaras de chá por dia -, uma vez que em doses elevadas pode causar náuseas e vômito.

A salsaparrilha também não é indicada para mulheres grávidas, hipertensos, pacientes com insuficiência cardíaca ou renal, ou crianças com menos de 10 anos. Pode ser encontrada em lojas de produtos naturais ou na seção de chás dos supermercados.

 

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão Doutíssima!


[the_ad_group id="16349"]
[the_ad_group id="16404"]