[the_ad_group id="16403"]
Remédios Caseiros

Aspargo: aprenda a fazer remédios caseiros

Por Redação Doutíssima 20/01/2015

Alimento da família dos lírios, o aspargo é muito comum no mundo todo e pode ser consumido em qualquer época do ano. Também conhecido como espargo, espargos, aspargo-hortense e melindre, possui ação adstringente, antiinflamatória, diurética, estimulante, laxante, remineralizante e sedativa.

É rico em betacaroteno, vitamina A, C, E,  K e do complexo B, magnésio, manganês, fósforo e fibras. Aprenda a fazer remédios caseiros com essa iguaria.

aspargo

Da família os lírios, o aspargo também é tido como alimento afrodisíaco. Foto: iStock, Getty Images

Indicações para uso do aspargo

Saiba com mais detalhes,  a partir das indicações abaixo, como o aspargo pode incrementar seu processo na busca pela qualidade de vida e mais saúde.

  1. Fraqueza muscular

Prepare um suco de aspargo, rico em minerais como potássio, ferro e cálcio, para acabar com a fraqueza muscular. Enriqueça essa receita com cenoura e salsão para fortificar ainda mais os músculos ao mesmo tempo em que limpa seu organismo.

Separe três cenouras sem casca picadas em rodelas, três talos de aipo, duas unidades de aspargo e 500ml de água. Bata tudo no liquidificador até conseguir uma mistura homogênea. Beba esse suco três vezes ao dia.

  1. Retenção de líquidos

Altamente diurético, o aspargo pode ser usado para combater o inchaço e desconforto no corpo causados pela retenção de líquidos. Prepare esse suco usando quatro ou cinco aspargos verdes e macios, meio pepino, salsa e um copo de água.

Coloque todos os ingredientes na batedeira e bata até que os elementos estejam misturados. Tome esse suco todos os dias pela manhã, em jejum, quando o corpo está mais receptivo para receber os nutrientes.

  1. Impotência sexual

A tintura de espargo melhora a circulação sanguínea, facilitando e aumentando o desempenho sexual. No preparo dessa tintura são usados 10 brotos da planta e 500ml de vodka ou de álcool de cereais. Corte os brotos e coloque em um recipiente com tampa.

Acrescente a vodka e deixe a mistura fechada, descansando por 10 dias. Após esse tempo, coe e beba 10 gotas desse líquido três vezes ao dia. Consumir os aspargos cozidos, regados com azeite ou na sopa tem o mesmo efeito afrodisíaco.

  1. Coração

Adicionar o aspargo na alimentação diária também faz bem ao coração. Ele possui o folato, substância que evita doenças cardíacas. Ela faz isso regulando os níveis de aminoácido homocisteína. Também produz os níveis permissíveis de açúcar no sangue, graças as suas vitaminas do complexo B, colina, biotina e ácido pantotênico.

  1. Câncer

O consumo de aspargo também combate o câncer na mama, cólon, pulmão, próstata, bexiga e vários outros. Isso porque suas propriedades anti-inflamatórias e antioxidantes combatem a inflamação crônica e a oxidação das células. Compostos como fenólicos e flavonoides ainda previnem o envelhecimento precoce da pele e doenças cardiovasculares.

Contraindicações do uso do aspargo

Mulheres grávidas ou em período de amamentação não devem consumir o espargo, seja como alimento ou remédio caseiro. Ele também pode causar reações alérgicas em pessoas que já são sensíveis a cebola, alho e alho-poró. Consulte um especialista antes de começar qualquer tratamento fitoterapêutico.

Quando aplicado em forma de cataplasmas e compressas, o aspargo diminui os espasmos musculares e a rigidez nas juntas do corpo .

 

 


[the_ad_group id="16349"]
[the_ad_group id="16404"]