[the_ad_group id="16401"]
Dica do Nutricionista

Suplementos para ganhar massa: veja razões para evitar seu uso

Por Redação Doutíssima 10/02/2015

Os suplementos para ganhar massa viraram febre nas academias de todo o país. São compostos dos mais variados, que prometem uma série de conquistas, mas, que ao contrário do que muitos pensam, não dão resultado se o treino não for eficaz.

suplementos para ganhar massa

O uso abusivo de suplementos na dieta pode trazer riscos à saúde do organismo. Foto: iStock, Getty Images

Mas o maior problema envolvendo suplementos para ganhar massa muscular, que geralmente são indicações de amigos, é que eles podem fazer muito mal à saúde, principalmente, se forem consumidos de maneira equivocada.

Indicação de suplementos para ganhar massa 

Os médicos e nutricionistas indicam o uso de suplementos para ganhar massa apenas em casos de grupos específicos, como atletas de alto nível, pessoas desnutridas ou vegetarianas/veganas ou para gestantes.

 

Os suplementos à base de aminoácidos, carboidratos, creatina e proteínas, nutrientes que são essenciais para o bom funcionamento do organismo, não apresentam risco à saúde, mas devem ser consumidos sob orientação médica.

Razões para evitar suplementos para ganhar massa

O uso indiscriminado de suplementos para ganhar massa pode provocar sérios efeitos colaterais no organismo. Isso porque o usuário desconhece os componentes e o funcionamento desses produtos. Abaixo, segue uma lista que mostra por que você não deve consumi-los.

1. Causam insônia

Muitos suplementos para ganho de massa muscular funcionam como vasodilatadores, o que facilita a passagem de oxigênio e nutrientes pelos vasos sanguíneos e faz com que as células musculares sejam alcançadas rapidamente, aumentando a oferta de energia.

 

Isso tudo proporciona que a pessoa aguente cargas maiores, mas, em contrapartida, põe em risco outro lado da equação: o sono.  Pessoas que usam suplementos têm mais chances de ter insônia.

 

2. Alteram a glândula tireoide

 

A glândula tireoide é responsável pela produção de dois hormônios que atuam em todos os sistemas do nosso organismo: o T3 (triiodotironina) e o T4 (tiroxina).

 

Suplementos da classe dos termogênicos não servem para ganho de massa muscular, mas para a perda de peso e são muito usados em academias.

 

Eles contêm hormônios que controlam a tireoide, mas o uso inadequado pode descontrolar a produção natural e trazer problemas. As marcas Lipo Black 6, OxyElite e o pré-treino Jack 3D são produtos proibidos pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

 

3. Causam efeitos colaterais graves

Os suplementos para ganhar massa são à base de proteína basicamente e, em longo prazo, podem causar sobrecarga hepática, desidratação, perda de cálcio e gota, insuficiência renal, além de problemas gastrointestinais, como diarreia e edema abdominal.

 

4. Câncer pode ser uma consequência

Além de conterem milhares de substâncias industrializadas, 33% das marcas comercializadas no Brasil possuem substâncias proibidas pela Anvisa – prova disso é que a Agência proibiu a comercialização de 20 marcas de whey protein, um dos suplementos mais consumidos em academia.

 

Entre os problemas que esses suplementos podem causar estão distúrbios hormonais, psicológicos e até câncer.

 

5. Sobrecarga do coração

O uso abusivo de suplementação proteica, como 2,4 gramas por quilograma de peso por dia, em longo prazo, pode sobrecarregar os rins e até provocar problemas cardíacos, como taquicardia e arritmia.

 

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão Doutíssima!


[the_ad id="14710899"]
[the_ad id="14710899"]
[the_ad_group id="16404"]