Esporte

Natação infantil: conheça os benefícios da prática para crianças

Por Redação Doutíssima 15/02/2015

Praticar um esporte traz diversas melhorias para o corpo, podendo também ser uma boa maneira de trabalhar aspectos psicológicos, como disciplina e autoconfiança. A natação infantil é um exemplo disso.

natacao infantil

Unir o aspecto lúdico à natação ajuda no desenvolvimento do aprendizado infantil. Foto: iStock, Getty Images

Ela fortalece os músculos, ajuda na respiração, trabalha a noção espacial e ajuda a desenvolver diversas outras habilidades psicomotoras. Além disso, a natação é a única atividade que pode ser praticada sem contraindicações, em todas as idades.

A natação infantil contribui, de diversas maneiras, para o desenvolvimento físico e cognitivo da criança, trabalhando ainda seus aspectos emocionais e sociais. Outro benefício desta prática é que ela melhora o desenvolvimento neuromotor e aprimora a sociabilidade e a autoconfiança.

A natação também é indicada para crianças que sofrem com doenças respiratórias, como asma e bronquite, pois a umidade da água lubrifica as vias respiratórias, fazendo com que ela respire melhor.

A Sociedade Brasileira de Pediatria recomenda que o esporte seja inserido na rotina da criança a partir dos seis meses de vida, pois, nesta idade, o ouvido fica desenvolvido o suficiente para dificultar a entrada da água, reduzindo as chances de infecção. Além disso, o bebê também já estará imunizado contra algumas doenças.

 

Fases da natação infantil

Para melhor aproveitamento e desenvolvimento da criança, a natação é dividida em fases. Na primeira, que vai de seis meses a dois anos da criança, ela aprende a se mexer na água e a brincar de  forma lúdica.

Isso ajuda no processo de adaptação ao meio líquido, que  deve ser orientada para que a criança experimente e vivencie habilidades de estabilidade postural, proporcionando um domínio de movimentos corporais que levam a ótimas condições para uma boa respiração dentro d’água.

Já a segunda fase, que envolve crianças entre três e quatro anos de idade, é conhecida como a etapa da propulsão. É neste momento que ela aprende a se deslocar de um ponto a outro.

A fase seguinte da natação infantil envolve crianças na idade entre cinco e seis anos. É neste momento que eles começam a trabalhar os estilos de nado, movimentação de braço e respiração lateral. Por fim, vem a fase de sete a 12 anos, quando é feito o aperfeiçoamento dos estilos, como crawl e costa.

 

Importância da natação infantil

A natação infantil tem papel fundamental na saúde das crianças, pois obesidade, sedentarismo e estresse são alguns dos problemas que podem acometer os pequenos que praticam pouca ou nenhuma atividade física.

Por meio desta prática esportiva, a criança trabalhará o sistema cardiovascular e respiratório e desenvolverá habilidades psicomotoras como agilidade e velocidade. O esporte também reforçará a resistência do organismo, além de ajudar na prevenção e recuperação de problemas ortopédicos.

No entanto, para que se atinja este resultado, é fundamental que se estabeleça, por parte dos professores de natação, uma abordagem do lúdico. Ele deve estar inserido nas aulas de natação infantil como elemento básico motivador do aprendizado.

É por meio da ludicidade que as crianças estimulam a espontaneidade, o prazer e a afetividade, construindo um relacionamento de segurança, conforto e confiança entre aluno e professor.

 

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão Doutíssima!


Sites parceiros