Dica do Nutricionista

Conheça a força do trigo verde para sua dieta

Por Redação Doutíssima 01/03/2015

Originário da Síria e cultivado há milhares de anos, o trigo verde, ou o freekeh (lê-se frique), é a mais nova sensação para quem quer perder peso. Com status de supergrão, tem alto teor de proteínas, vitaminas, minerais, antioxidantes e cinco vezes mais fibras do que o arroz integral.

 

trigo verde

Freekeh é considerado um supergrão e uma alternativa para intolerantes ao glúten. Foto: iStock, Getty Images

Benefícios do trigo verde

Este potencializador da dieta é desaconselhado a pessoas que tenham alergia ou intolerância ao glúten. Com exceção deste único porém, o grão só soma benefícios, como o controle do diabetes.

Além disso, possui função probiótica, ou seja, favorece a fixação e o crescimento de boas bactérias no intestino, que melhoram a digestão. Por ser rico em antioxidantes, o trigo verde ainda protege a pele contra manchas e combate o envelhecimento.

A lista de benefícios do supergrão continua crescendo. Ele é considerado um grão extremamente rico em luteína e zeaxantina. Por isso, o freekeh auxilia a diminuir o risco de degeneração macular – relacionada à idade e causa a perda da visão.

Receitas saudáveis com trigo verde

Para ajudar na perda dos desagradáveis pneuzinhos, preparamos um cardápio pra você:

1. Freekeh no almoço

Café da manhã com duas fatias de pão de forma integral light, três fatias de peito de peru, uma colher (sopa) de margarina light, uma xícara de leite desnatado com café preto adoçado com açúcar orgânico. No lanche da manhã, 200 ml de leite desnatado e uma maçã.

No almoço, um prato (sobremesa) de salada de alface com tomatinhos-cereja, 100 g de trigo verde cozido, 100 g de frango cozido desfiado, três colheres (sopa) de lentilha e meia laranja. No lanche da tarde, iogurte light e 2 colheres (sopa) de granola.

Para o jantar,  filé de peixe, quatro colheres (sopa) de arroz integral, um pires de rúcula com cenoura crua ralada e uma fatia de abacaxi.

2. Freekeh no jantar

Café da manhã com iogurte light, seis morangos, duas amêndoas.  No Lanche da manhã, uma unidade de polenguinho light, duas torradas integrais e uma xícara de chá-verde natural sem açúcar.

Almoço com um pires de escarola picada, quatro colheres (sopa) de abobrinha refogada, 100 g de miolo de alcatra assado, uma xícara (chá) de macarrão integral com molho de tomate natural e um kiwi. No lanche da tarde, tapioca pequena recheada com duas fatias médias de queijo branco.

No jantar, quatro colheres (sopa) de atum light, salada de trigo verde cozido, batata média assada.

3. Sopa de freekeh

Café da manhã com duas torradas integrais, uma colher (chá) de margarina light, e 100 ml de suco de abacaxi. No lanche da manhã, dois biscoitos salgados integrais, duas colheres (sopa) de ricota e 1 xícara de chá de hibisco sem açúcar.

No almoço, tem 100 g de posta de salmão grelhado, duas colheres (sopa) de arroz integral, duas colheres (sopa) de feijão, um pires de salada mista (alface, tomate, cenoura e beterraba), e uma mexerica (ou bergamota). O lanche da tarde inclui 200 ml de leite sem lactose e três cookies integrais.

No jantar, o consumo é de uma tigela de sopa de trigo verde com legumes e uma fatia de pão italiano.

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão Doutíssima!


Sites parceiros