[the_ad_group id="16401"]
Dica do Nutricionista

Conheça formas de emagrecer e ficar longe do efeito sanfona

Por Redação Doutíssima 13/03/2015

Você já deve ter vivenciado e ouvido muitos depoimentos  sobre efeito sanfona. Uma pesquisa publicada em 2012 pelo site Female First indica que uma em cada 10 mulheres passam a vida adulta inteira fazendo dieta.

 

Alimentação maluca, pouca quantidade de água e muito esforço para pouco resultado estão entre as principais razões de emagrecer e depois engordar tudo de novo.

efeito sanfona

Alimentação balanceada e exercícios físicos ajudam a emagrecer de forma eficaz. Foto: iStock, Getty Images

Mas um novo estudo realizado pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) pode ser um alívio para quem quer perder os quilinhos extras e nunca mais encontrá-los. Os pesquisadores descobriram que mexer o corpo é o grande segredo para que a perda de peso seja eficaz e duradoura.

 

Para isso, separaram dois grupos de voluntários: o primeiro, com 18 pessoas, começou o processo de emagrecimento por meio de dietas. No segundo, com 17, a abordagem incluía, além da alimentação mais leve, de 30 a 45 minutos de exercícios três vezes por semana.

 

O resultado é que as 35 pessoas eliminaram cerca de 5% do peso corporal no mesmo período de experiência. Porém, quem se exercitou, além de emagrecer, apresentou melhores taxas de grelina, o hormônio da fome.

 

De acordo com Rogério Friedman, endocrinologista autor do estudo, baixos níveis da substância estão ligados a uma maior saciedade.

 

Nos Estados Unidos, uma outra pesquisa corrobora com o resultado encontrado no Brasil. Lá, o pesquisador Steven Blair, especialista em Educação Física da Universidade do Sul da Carolina concluiu que é impossível ser magro e faminto ao mesmo tempo.

 

Segundo os americanos, o segredo para eliminar o efeito sanfona é comer de maneira não exagerada, sem deixar de investir nos exercícios.

 

Combatendo o efeito sanfona com atividades físicas

 

Ninguém está dizendo que  para se livrar do efeito sanfona você deve virar um maratonista. Qualquer atividade física mexe com todas as partes do seu corpo, seja uma caminhada, musculação ou mesmo Muay Thai.

 

Seu corpo trabalha de maneira mais rápida e mais intensa, o que promove um gasto energético maior do que ficar sentado o dia inteiro. Até mesmo a respiração ofegante ajuda a manter os músculos do abdômen mais trabalhados.

 

O estudo da universidade gaúcha também trouxe uma ótima notícia para quem não aguenta mais o efeito sanfona e quer dar um jeito nele de uma vez por todas: mesmo que você esteja parado, se costuma praticar esportes com regularidade, você emagrece.

 

Os pesquisadores analisaram a  quantidade de calorias queimadas quando as pessoas não estão fazendo esportes. No grupo que fazia dieta e praticava exercícios, essa era mais alta.

 

Livre-se do efeito sanfona aos poucos

 

Para alguns, não é fácil sair do sofá e começar a se mexer. Se esse é o seu caso, estabeleça um objetivo. Se você é totalmente sedentário, inicie a prática com 75 minutos de exercícios por semana.

 

Aumente aos poucos, até chegar a 250 minutos semanais, se o objetivo é emagrecer. Isso significa começar com 25 minutos três vezes por semana e pular, gradativamente, para 50 minutos por dia.

 

Para dar fim ao efeito sanfona, é necessário encontrar exercícios prazerosos e práticos para você e dê adeus ao engorda-emagrece que te acompanha durante a vida.

 

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão Doutíssima!


[the_ad id="14710899"]
[the_ad id="14710899"]
[the_ad_group id="16404"]