[the_ad_group id="16401"]
Dieta

Você é um chocólatra? Veja como não engordar na Páscoa

Por Redação Doutíssima 03/04/2015

A Páscoa é a época de tentações e também de desespero para qualquer chocólatra de plantão. Passar por lojas com prateleiras e corredores abarrotados de guloseimas e chocolates é um grande desafio. Muitos se perguntam como se controlar, como não ganhar peso e como não exagerar no feriado religioso.

 

O consumo ideal de chocolate é de 30g por dia. Quanto a isso, não se discute. O índice equivale a dois bombons ou um tablete pequeno. Se for meio amargo, que é saudável e tem 70% de cacau, pode chegar a três ou quatro quadradinhos diários. Só que esse é o mais calórico. E agora?

chocolatra

O consumo de chocolate deve ser moderado para não causar prejuízos ao organismo. Foto: iStock, Getty Images

Quem é o chocólatra

Como se definir como um chocólatra? Uma pesquisa feita no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (Usp), realizou um trabalho com 73 voluntários (nove homens e 64 mulheres) que se consideravam grandes consumidores de chocolate.

Os voluntários tinham idade entre 15 a 73 anos e o IMC (índice de massa corporal) de 17,67 a 52,85. Desses, 59,4% estavam acima do peso e 61,64% não tinha companheiro.

 

Segundo os estudos, os compulsivos por chocolate comem uma caixa em minutos, muitas vezes seguido de arrependimento e vômito. Além disso, comem escondido, por constrangimento ou para não dividir. Sair na chuva ou na madrugada para comprar chocolate é outra característica.

 

A pesquisa da USP mostrou ainda que nem todo chocólatra é obeso, pois alguns compensam com a disciplina na dieta e a prática de esportes. Entretanto, a maioria prefere os chocolates mais doces, e o que faz mal não é o cacau, mas o açúcar contido no chocolate.

 

Outra pesquisa, esta feita na Europa com 1,5 mil britânicos, apontou que 52% das mulheres e 13% dos homens preferem chocolate a ter relações sexuais. O prazer garantido obtido com o doce seria a justificativa.

A diferença entre o chocólatra e alguém que gosta muito de chocolate também é visível, pois quem gosta muito é capaz de exagerar em períodos de TPM ou como substituto de carinho ou sexo, como a própria pesquisa europeia concluiu.

Chocólatra: os números e as fórmulas

Como bom chocólatra, é preciso conhecer cada tipo de chocolate. O tipo ao leite contém menos gordura hidrogenada, e é menos calórico. Já o branco é feito da manteiga de cacau e é o grande vilão da história, rico em gorduras saturadas.

O mais benéfico para a saúde  é o amargo, produzido com grãos torrados de cacau, que tem pouco açúcar e sem leite. O diet não tem açúcar, porém, possui um teor maior de gordura para garantir a mesma consistência.

 

chocólatra 

Tratamento para a compulsão por chocolate

Mas há tratamento? Sim. Especialistas dizem que a pessoa precisa se assumir como doente e compulsiva. A partir daí, depois de uma análise de cada caso, ela vai precisar de psicoterapia e medicamentos antidepressivos, uma vez que a maioria dos chocólatras sofre, no mínimo, com ansiedade.

É preciso também, entre outras ações, consumir opções mais leves e sem açúcar. E, quando comprar um caixa de bombons, comer um só e sentir prazer em dividir com os amigos.

 

Mas lembre-se: nada de automedicação. Qualquer tratamento deve ser prescrito por um médico.

 

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar!


[the_ad id="14710899"]
[the_ad id="14710899"]
[the_ad_group id="16404"]