[the_ad_group id="16401"]
Esporte

Conheça o parkour e veja dicas para praticar

Por Redação Doutíssima 14/04/2015

Parkour não é uma modalidade fácil de definir. Através da união de movimentos da autodefesa e artes marciais, a prática consiste na transposição de obstáculos: escalar muros, se equilibrar em corrimãos ou saltar sobre vãos, por exemplo.

Toda essa movimentação, embora nem todos aceitam definir como um esporte, não deixa de ser uma atividade física. Afinal, contornar todos os obstáculos de um caminho, como se estivesse em uma emergência, exige resistência física.

 

O parkour foi idealizado em Paris, na França, por David Belle. Ele se inspirou em seu pai, um herói de guerra, para criar a modalidade. Os adeptos da prática acreditam que ela é importante para o desenvolvimento da autonomia do corpo e da mente, preparando a pessoa para os desafios cotidianos.

parkour

Parkour é uma modalidade que desenvolve a resistência física e mental. Foto: iStock, Getty Images

Os benefícios do parkour

A principal proposta do parkour é incentivar o desenvolvimento do corpo humano, sem o uso de quaisquer acessórios. Ao contornar os obstáculos, o corpo exercita inúmeras funções e a resistência mental também é testada.

O equilíbrio é uma habilidade colocada à prova a todo momento no parkour. Além disso, na hora de vencer os obstáculos, a pessoa acaba trabalhando sua própria determinação, concentração e persistência.

Os adeptos da modalidade a consideram menos como um esporte, e mais como um estilo de vida. A ideia é que, através da prática contínua do parkour, a pessoa desenvolva ao máximo seu potencial em todos os sentidos.

 

Como praticar parkour?

A modalidade está cada vez mais difundida, inclusive no Brasil. Para começar, basta ter determinação. É possível aprender sozinho, através de aulas ou treinos livres em equipe.

Quem está iniciando a prática do parkour, deve ter em mente que a modalidade pode ser perigosa. Os praticantes costumam adotar a seguinte frase para descrever sua filosofia: “É ridículo procurar liberdade e acabar quebrado numa cadeira de rodas”. Por isso, é preciso evoluir, mas sempre com bom senso e respeitando seus próprios limites.

Os interessados em praticar a modalidade podem também se inscrever em um curso específico. Nesse caso, um profissional indicará o treino adequado para os iniciantes, de acordo com sua faixa etária.

Os benefícios do parkour podem ser aproveitados por crianças, adolescentes e adultos, sem restrição. Para a prática, o ideal é apostar em roupas confortáveis e investir em um tênis aderente e leve.

 

parkour 

Campeonatos de parkour

À medida que a pessoa evoluiu na prática, pode participar de campeonatos: uma motivação extra para seguir treinando. No Brasil, a Associação Brasileira de Parkour (ABPK) organiza encontros e eventos entre participantes.

Há também campeonatos menores, sediados por equipes locais. Geralmente, o atleta disputa individualmente, competindo com outros para ver quem transpõe obstáculos com mais eficiência e agilidade.

 

O parkour, além de ser uma atividade física, pode servir como um meio de conhecer ambientes urbanos distintos. Pelo fato de os obstáculos estarem espalhados pela cidade, a pessoa acaba explorando novos lugares. A vantagem ainda é maior quando o atleta se desloca para praticar a modalidade em outro estado ou país.

 

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar!


[the_ad id="14710899"]
[the_ad id="14710899"]
[the_ad_group id="16404"]