[the_ad_group id="16403"]
Especialidades

Desodorante íntimo é seguro para a saúde da mulher? Descubra

Por Redação Doutíssima 19/04/2015

Depois do sabonete, o desodorante íntimo vem se tornando uma opção interessante para as mulheres que procuram manter em dia sua higiene íntima. Mas será que este tipo de produto faz bem à saúde?

 

Essa é uma dúvida que atinge diversas mulheres, principalmente depois de muitos especialistas alertarem sobre a possibilidade de seu uso afetar a saúde feminina.

desodorante íntimo

Em determinados casos, desodorante íntimo pode ser prejudicial à saúde. Foto: iStock, Getty Images

Desodorante íntimo e câncer nos ovários

De acordo com um estudo publicado na Revista Americana de Epidemiologia, a maior parte das mulheres com câncer de ovário relatou já ter feito uso de talco em pó ou de desodorante nas áreas genitais. Os especialistas concluíram que mulheres que usam estes produtos possuem 50% a 90% mais chances de desenvolver a doença.

 

Para chegar a essa constatação, porém, os cientistas consideraram mulheres que usavam talco em pó antes do produto ser regulado – antes desse marco, ele continha algumas substâncias nocivas à saúde humana.

 

Infecções por fungos e o desodorante íntimo

É normal que escorra da vagina um líquido esbranquiçado com um determinado odor – nem sempre agradável. Caso o corrimento da vagina fique mais grosso do que o normal, com um aspecto semelhante a um queijo, é bastante provável que você esteja com uma infecção por fungos.

 

Embora essa infecção não seja causada pelo desodorante para as partes íntimas, ela causa um odor bastante desagradável e, nesses casos, é um erro muito comum das mulheres recorrerem ao desodorante íntimo para eliminá-lo.

 

Existem ainda outros riscos aos quais as mulheres que fazem uso do produto estão expostas, segundo especialistas. Dentre esses perigos, está o fato de que o desodorante íntimo, em razão de sua composição química, é capaz de alterar a proteção natural da vagina. Isso faz as mulheres ficarem mais suscetíveis a contrair infecções.

 

Além disso, alguns desodorantes femininos íntimos contêm substâncias que podem irritar as paredes vaginais. A consequência é que o uso de um produto com esses elementos provavelmente causará coceira, queimação e irritação na área íntima da mulher.

 

Há como usar de forma segura?

O número de produtos de higiene íntima, como sabonetes e desodorantes, continua a crescer, mas eles não são realmente necessários para os cuidados do dia a dia. “Você não precisa desses produtos para uso de rotina”, diz a ginecologista Christine O’Connor, diretora de ginecologia no Mercy Medical Center, em Baltimore, Estados Unidos.

 

Para os cuidados diários, como obter alívio do odor feminino, basta fazer a lavagem vaginal regular com água morna e sabão sem perfume suave. Isso é o suficiente para manter a parte externa da vagina limpa e saudável.

 

O desodorante íntimo passa a ser uma boa opção em casos excepcionais. Por exemplo, quando você vai fazer uma longa viagem, usar um desodorante para a sua região íntima é uma boa alternativa de higiene.

 

De todo modo, ao escolher, você deve ficar bastante atenta às fórmulas disponíveis. Os desodorantes femininos para as partes íntimas contêm ingredientes como fragrâncias, emolientes e propulsores – esses últimos usados em aerossóis. Todos eles podem ser bastante irritantes e causar coceira e queimação.

 

Por isso, opte por fórmulas suaves e sem cheiro, para garantir a saúde e o equilíbrio vaginal, utilizando sempre esse produto com segurança.

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar!


[the_ad_group id="16349"]
[the_ad_group id="16404"]