[the_ad_group id="16403"]
Homens

Pelos na orelha: saiba como se livrar deles

Por Redação Doutíssima 22/04/2015

Os pelos na orelha são comuns no universo masculino, especialmente em homens de idade avançada. Há quem não se incomode com eles, mas também há quem sinta um golpe na autoestima com o surgimento dos fios. Por isso, se você considera os pelos um problema na sua vida, saiba que atualmente já estão disponíveis opções de tratamento.

 

O excesso de pelos é uma condição hereditária. Por ser de origem genética, a pessoa já nasce com a tendência de ter mais pelos nessa parte do corpo. Porém, o gene responsável pelo quadro só vai se manifestando ao longo da vida, especialmente na terceira idade, por volta dos 60 anos.

pelos na orelha

A presença de pelos na região da orelha pode afetar a autoestima das pessoas. Foto: iStock, Getty Images

Há também outros fatores que podem aumentar a possibilidade do surgimento de pelos na orelha, como mudanças drásticas nos níveis hormonais de testosterona e estrógeno. Considerando que essas alterações são características da terceira idade, elas também podem ser apontadas como responsáveis pelos fios na orelha.

Como eliminar de vez os pelos na orelha?

As alternativas para acabar com os pelos são muitas. A opção a curto prazo é aparar os pelos com tesoura ou lâmina de barbear, com cuidado para não machucar a pele. Retirar os fios em excesso utilizando cera ou pinça também é uma possibilidade, porém é mais dolorida.

A dica para quem quer eliminar os pelos na orelha de vez é apostar no tratamento a laser. O procedimento consiste em acabar com os folículos pilosos, através da energia em forma de luz produzida pelo laser. Essa energia térmica é captada pela melanina, destruindo ou retardando a capacidade do folículo de produzir um novo fio.

Quem pensa em aderir à depilação com laser, deve considerar que serão necessárias cerca de três a cinco sessões a cada quatro semanas. Tudo depende do tamanho da área a ser aparada. Quanto mais clara a pele e mais escuro o pelo, melhores serão os resultados.

Pelos na orelha: consulte o dermatologista

Os pelos na orelha podem afetar a autoestima, ou seja, a imagem que a pessoa tem de si mesma. Isso pode gerar insegurança, prejudicando a vida pessoal e profissional do indivíduo que se incomoda com o problema. Além disso, ninguém quer ficar associado à imagem de “desleixado” por não conseguir controlar os pelos – principalmente nessa região do corpo.

Assim, quem sente que os pelos na orelha afetam suas oportunidades e ocasionam extremo desconforto estético, deve consultar um dermatologista. Ele poderá dizer qual é a opção de tratamento mais eficaz.

O profissional especializado vai fazer uma avaliação de cada caso em particular, indicando o melhor tratamento e um plano de manutenção dos pelos que se adapte às necessidades da pessoa. Dificilmente qualquer tratamento será 100% definitivo, mas certamente é possível controlar a condição e se livrar dos temidos pelos.

É importante destacar, também, que o crescimento exagerado de pelos pode ser sinal de uma doença muito rara, a hipertricose, conhecida popularmente como Síndrome do Lobisomem. Segundo a Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica (SBCD), esse distúrbio ocasiona o crescimento desproporcional de pelos em qualquer parte do corpo.

 

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar!


[the_ad_group id="16349"]
[the_ad_group id="16404"]