[the_ad_group id="16401"]
Filhos

Leitura é hábito essencial para o desenvolvimento da criança

Por Redação Doutíssima 23/04/2015

No dia 23 de abril, o mundo faz uma homenagem à leitura e seus benefícios, graças ao Dia Mundial do Livro. Muito mais dos que soltar a imaginação, as vantagens de se deixar dominar pelo universo da literatura têm comprovação científica e pode fazer o seu filho ser grato a você pelo resto da vida.

O que parecia apenas óbvio foi objeto de um estudo científico da Universidade de Edimburgo pela King’s College, de Londres, que avaliou a relação da literatura na infância com as habilidades cognitivas na adolescência.

 

Foram estudados 1.890 pares de gêmeos idênticos britânicos que, por nove anos, tinham uma proximidade maior com a literatura. A constatação foi que aqueles que tinham o hábito de leitura desde a alfabetização tiveram habilidades cognitivas superioras na adolescência.

Os benefícios foram além do amplo vocabulário, porque também melhoraram a capacidade de raciocínio.

leitura

Incentive o hábito da leitura ao seu filho desde os primeiros anos de vida. Foto: iStock, Getty Images

Leitura ajuda na concentração

Quer que seu filho esteja mais concentrado e ciente das tarefas que desempenha? Incentive a leitura. Entre os benefícios apontados pelo estudo do Reino Unido está uma maior concentração, uma vez que para ler essa habilidade é exercitada. Mesma qualidade necessária para a realização de testes de QI.

 

Além disso, ocorre aumento do intelecto graças à imaginação que a criança usa durante a leitura de um livro. Ler exercita as habilidades de pensamentos, imaginar pessoas, lugares, climas, situações que outros meios não permitem. Logo, a performance imaginativa é responsável por um maior desenvolvimento intelectual.

Sempre é tempo de incentivar a leitura

Para o desenvolvimento da criança, quanto mais cedo ela começar a ser estimulada, melhor. Porém, se isso não aconteceu antes, saiba que nunca é tarde para fazer os pequenos pegar gosto pela leitura.

Segundo o pesquisador Stuart Ritchie, que participou do estudo, muitas crianças se destacaram na questão de inteligência mesmo que tenham se familiarizado com os livros em fases mais crescidas. Desde que o tempo seja produtivo e os pais invistam nessa atividade, que é muito mais que um simples passatempo.

5 dicas para que seus filhos comecem a ler

Não adianta forçar a barra. Para que eles possam virar pequenos leitores e desfrutar do prazer dos livros é necessário algumas técnicas que possam colocá-los o quanto antes nesse universo.

1. Leia para seus filhos pelo menos 20 minutos ao dia. Para atiçar a curiosidade dos pequenos, deixe os livros ao alcance deles, ensinando que não se deve rasgar as obras. Eles irão folhar e querer saber mais sobre o que estão manuseando e se interessar por outros exemplares.

2. Leia também. Criança faz tudo por imitação. Se ela ver você lendo, certamente irá querer fazer o mesmo.

3. Frequente ambientes cercados de livros como bibliotecas e livrarias, pelo menos uma vez por mês. Deixe que eles escolham o que gostaria de levar para casa e, se possível, invista em uma pequena biblioteca caseira.

4. Comente com seus filhos os livros que eles estão lendo. Faça, se possível, um clube do livro em casa e troque experiências trazendo algum amiguinho com um livro diferente.

5. Mostre as variações da literatura como adaptações para o cinema ou mesmo clipes musicais inspirados em obras. Assim, compreenderão a importância dos livros no mundo que os cercam.

 

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar!


[the_ad id="14710899"]
[the_ad id="14710899"]
[the_ad_group id="16404"]