[the_ad_group id="16401"]
Clínica Geral

Coletor menstrual: tire suas dúvidas sobre ele

Por Redação Doutíssima 28/04/2015

Já ouviu falar do coletor menstrual? Ele é um copinho de silicone que tem cada vez mais adeptas, e vem com aval de médicos e especialistas pela praticidade, economia e principalmente porque emplaca como solução para muitas mulheres que têm problemas com os absorventes tradicionais, por exemplo.

 

Como funciona o coletor menstrual?

O coletor menstrual é feito de silicone e, inserido na vagina, coleta o sangue menstrual, substituindo absorventes externos e internos. Quando usado corretamente (é colocado dobrando o produto e inserindo na vagina de forma que fique ajustado), fica imperceptível.

coletor menstrual

Copinho de silicone pode ser alternativa para o uso de absorventes tradicionais. Foto:iStock, Getty Images

O produto não precisa ser retirado para fazer xixi, entretanto, tem um tempo para ser esvaziado – entre duas a quatro vezes ao dia, dependendo do fluxo.

Depois de cada ciclo, basta higienizá-lo em água fervente e conservar em recipientes arejados para evitar a proliferação de bactérias e fungos.

Podem ser encontrados em diversos modelos e tamanhos, para cada tipo de necessidade e deve ser adquirido cuidadosamente, pois um produto de tamanho errado pode causar vazamentos, desconforto e até aumentar o risco de infecção urinária.

Quais as vantagens do coletor menstrual?

Se você ficou interessada em usar o copinho, existem mais motivos para te fazer sorrir. Primeiro, de acordo um estudo publicado em 2011 no Journal of Women’s Health, o coletor menstrual não representa riscos significantes para a saúde da mulher.

Além disso, os especialistas constataram que de 406 entrevistadas, 37% consideraram o coletor menstrual melhor que o absorvente tradicional e 34% disseram que o uso era parecido com os acessórios tradicionais. Entre as características do copo, estavam conforto, limpeza e menos odor.

1. Econômico

Se você analisar diretamente o preço, entre R$ 40 e R$ 120 reais, pode parecer meio caro. Mas se considerar que ele dura cerca de cinco anos, pode fazer os cálculos comparando com o custo dos pacotes de absorvente que você usa por ano. Na comparação então, vale o investimento.

 

2. Ecológico

Imagine uma pilha de 1,2 mil absorventes usados no ambiente. Pois é o que esse pequeno copinho de silicone substitui, em média. Essa foi uma das melhores famas do coletor: ser ecologicamente correto.

3. Higiênico

E não tem cheiro. O cheiro que se sente é o do contato da menstruação com o ar, o que acontece com o uso do absorvente. Então, se com o coletor menstrual sua menstruação tiver odor, procure um médico, porque há infecção aí. O descarte do sangue pode ser feito no vaso sanitário ou ralo.

4. Confortável

Palavra das mulheres que usam. Algumas ainda reclamam de pequeno desconforto, mas durante um curto período de adaptação.

Desvantagens do coletor

Tinha que ter, afinal, toda regra tem suas exceções. Como qualquer produto, também têm restrições de uso, como por mulheres no pós-parto, por exemplo e, é claro, durante a relação sexual. Além disso, mulheres que usam DIU devem ficar atentas para que o coletor não provoque o deslocamento do dispositivo.

 

Outro cuidado que deve haver é para possíveis alergias, já que esse é um risco natural a qualquer coisa. O tamanho maior do que o ideal pode também aumentar o risco de infecção urinária.

O esvaziamento em locais públicos também pode ser um pouco complicado. Fora isso, a aprovação do produto é grande. Então, que tal testar?

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar!


[the_ad id="14710899"]
[the_ad id="14710899"]
[the_ad_group id="16404"]