Clínica Geral

Descubra quais doenças o cansaço excessivo pode indicar

Por Redação Doutíssima 28/04/2015

Você acha que o cansaço excessivo pode ser causado apenas por excesso de trabalho, problemas pessoais ou sedentarismo? Saiba que talvez não seja bem assim. Tudo é relativo quando o assunto é fadiga. E é importante que você faça uma análise detalhada desse cansaço e tome uma providência.

 

De onde vem o cansaço excessivo?

Em 2013, o Instituto Brasileiro de Opinião Pública e Estatística (Ibope) fez um levantamento sobre o cansaço das pessoas. Dos entrevistados, 98% (98% de mulheres e 97% de homens) afirmaram que se sentiam cansados.

cansaco excessivo

Diabetes, anemia e depressão podem ser causa de cansaço em excesso nas pessoas. Foto:iStock, Getty Images

A maioria culpou o estresse da rotina, que veio seguido pela falta de condicionamento físico, problemas pessoais, alimentação desregrada, preguiça, problemas no trabalho e de saúde.

Os que não reclamaram atribuíram a disposição ao bom sono, o equilíbrio entre a vida pessoal e profissional, e a alimentação equilibrada.

Embora tenha sido apontada pela pesquisa como a principal causadora do cansaço excessivo, a correria do dia a dia nem sempre é a vilã dessa novela. Muitas vezes, a falta de cuidado com a saúde pode ser muito pior do que a rotina corrida.

Saúde tem relação com cansaço excessivo

Veja a seguir uma relação de doenças que têm o cansaço como sintoma.

 

1. Diabetes

A insulina absorve o açúcar nas células, transformando-o em energia. Na diabetes, o corpo não produz a insulina necessária causando o cansaço excessivo, agravado com a desidratação causada pela maior frequência urinária.

Um exame de sangue faz o diagnóstico. Tratamento, ajuste da alimentação e exercícios controlam os níveis de glicemia, estimulam a produção de insulina e melhoram a condição cardiovascular.

2. Anemia

A hemoglobina é uma proteína que transporta o oxigênio no sangue. A diminuição dessa proteína é que causa a anemia, e menos oxigênio nas células resulta em um corpo sem energia, cansado.

O diagnóstico é feito por exame de sangue. O tratamento é feito no combate à doença que causou a anemia e é acompanhado por dieta rica em ferro.

3. Depressão

O cansaço físico e mental é sintoma típico da depressão, pela falta de ânimo para tudo. Essa é uma patologia que apesar de mental, afeta todo o organismo do paciente.

O diagnóstico, em geral, é feito por um psiquiatra, que pode solicitar o uso de medicamentos. Exercícios também são indicados, já que caminhar proporciona sensação de controle e libera serotonina, o hormônio do bom humor.

4. Doenças cardíacas

Na arritmia e entupimento das artérias, o coração não tem forças para a contração que vai permitir o envio de sangue para o corpo. É essa falta de força que causa o cansaço excessivo. Exames de sangue e eletrocardiograma podem diagnosticar essa patologia. Uso de medicação, controle da alimentação e exercícios supervisionados são indicados.

5. Infecções

Nas gripes e resfriados, por exemplo, o foco da energia do corpo está voltado ao combate da infecção, por isso o cansaço. Exames específicos podem ser solicitados de acordo com os sintomas, para melhor diagnóstico.

6. Alterações da tireoide

Se os hormônios da glândula tireoide se alteram, o metabolismo (que é o que eles controlam), altera-se também, e o cansaço excessivo é um dos sintomas. O diagnóstico do hipo ou hipertireoidismo é feito por meio de exames de sangue (TSH, T3 e T4). O tratamento da doença inclui fundamentalmente o uso de medicamentos e controle da alimentação.

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar!


Sites parceiros