A falta de hidratação nos pés pode ocasionar um probleminha temido pelas mulheres: o calcanhar rachado. Principalmente em regiões nas quais a temperatura é mais quente e a umidade do ar menor, a tendência ao ressecamento nos calcanhares aumenta. Além de não serem esteticamente agradáveis, as rachaduras podem também machucar.

Se você toma certos cuidados e, ainda assim, não consegue evitar o calcanhar rachado, saiba que existem outros fatores que podem ocasionar o incômodo. Usar constantemente sandálias e rasteirinhas ou andar descalço aumenta a pressão e a fricção nos calcanhares, tornando a região áspera. Assim, surgem as calosidades e rachaduras nos pés.

Há, ainda, outras condições que influenciam o surgimento de rachaduras nos calcanhares: fator hereditário, doenças vasculares, diabetes ou até sequelas de psoríase e micose podem atenuar o problema. Nesses casos, a recomendação é procurar um dermatologista.

calcanhar rachado
Para evitar o calcanhar rachado, remova o excesso de pele com pedra pomes. Foto: iStock, Getty Images

Como evitar o calcanhar rachado?

Prevenir o calcanhar rachado é uma ótima maneira de evitar incômodo e dor. Para isso, é necessário manter um regime diário de limpeza e hidratação. Uma dica é usar a pedra pomes regularmente, com o intuito de eliminar o excesso de pele grossa.

Além disso, passar hidratante após lavar os pés com água morna ajuda a combater o ressecamento. O ideal é fazer isso à noite, pois neste período não haverá mais nenhum atrito entre o pé e o calçado. Dormir com meias após aplicar o creme potencializa a hidratação.

 

Se o seu calcanhar possui tendência ao ressecamento, fuja dos sapatos com sola fina. Busque usar meias e compre calçados com planilhas macias, que vão ajudar a proteger os pés do atrito com as superfícies duras. Se quiser prevenir as rachaduras, não ande descalço.

Saiba como tratar o calcanhar rachado

As rachaduras no calcanhar, se não tratadas corretamente, podem atingir as camadas mais profundas da pele e ocasionar fissuras. Elas são feridas regulares de corte linear e, quando atingem a camada mais profunda da pele, ocasionam dor e sangramento. Por isso, o tratamento é essencial.

Inicialmente, quando o calcanhar rachado não machuca, há várias alternativas para tratar o problema. A recomendação dos especialistas da Sociedade Brasileira de Dermatologia é hidratar e esfoliar a pele do calcanhar, usando hidratantes para os pés: especialmente os que contêm ingredientes ativos como uréia e ácido lático.

Tratamentos caseiros também são uma boa opção: triturar uma banana e aplicar nos pés fazendo uma massagem pode trazer resultados positivos. Misturar uma xícara de mel de abelha em um recipiente com água morna e deixar os pés em imersão também auxilia no combate ao calcanhar rachado.

Entretanto, se o problema se agravar e os tratamentos caseiros não surtirem efeito, não hesite em procurar um especialista. O dermatologista poderá avaliar a causa do problema e indicar o tratamento adequado.

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar!


DEIXE UMA RESPOSTA