[the_ad_group id="16401"]
Filhos

Engatinhar com segurança ajuda no desenvolvimento do bebê

Por Redação Doutíssima 06/05/2015

Engatinhar faz parte de um dos grandes aprendizados da infância. É uma preparação para algo ainda maior e essencial ao desenvolvimento humano: caminhar. Por isso, essa etapa da vida de uma criança deve ser levada a sério, estimulada e acompanhada de perto pela família.

A importância de engatinhar

A partir de uma certa idade, depois que os bebês já aprenderam a sentar e ficar de pé sozinhos, inicia uma fase de descobertas. Para chegar nos locais onde desejam, eles precisam se locomover.

engatinhar

Crie condições seguras na casa e incentive seu filho a engatinhar. Foto: iStock, Getty Images

Mas engana-se quem pensa que engatinhar serve apenas para a locomoção. Esta atividade ajuda no desenvolvimento da coordenação motora, por exemplo. “Engatinhar é uma fase do desenvolvimento em que a criança aprende a coordenar os movimentos e a fortalecer os músculos dos membros e abdome”, explica José Luiz Setúbal, pediatra do Hospital Infantil Sabará.

Não é apenas aquele jeito de andar em que o bebê fica com os joelhos e mãos no chão. Pode-se considerar rolar, rastejar com a bunda ou barriga no chão e andar de lado como meios complementares de locomoção nesta fase.

Quando deve iniciar essa fase?

A partir do sexto mês de vida, os bebês já começam a dar sinais de que precisam se mexer. No início, a criança apresenta movimentos que vão desenvolvendo sua musculatura, postura e equilíbrio até chegar ao momento de andar plenamente com joelhos e mãos ao chão.

Algumas crianças passam muito rapidamente pela fase de engatinhar e começam a caminhar por volta de um ano de idade. Cada indivíduo apresenta um desenvolvimento único, então, respeite cada fase do aprendizado de locomoção do seu filho sem forçar os movimentos.

Como engatinhar com segurança

De acordo com o pediatra José Luiz Setúbal, o ambiente para a criança deve estar limpo, não ter muitos obstáculos e nem objetos com os quais ela pode se machucar. A recomendação é que se deixe o bebê livre para se descobrir, mas com atenção aos riscos oferecidos por objetos no local.

A melhor maneira de estimular que a criança aprenda a engatinhar é uma dica muito simples: deixá-la no chão. Não é preciso forçar, mas oferecer recompensas para que ela saia do lugar pode dar certo. Espalhar brinquedos a uma curta distância pode estimular o bebê a se mexer para chegar até ele.

É preciso ter atenção aos sinais da criança. Se ela não estiver pronta para sair do lugar, ela indicará e fará sinais de que quer objetos que estão fora do alcance dela. O acompanhamento dos responsáveis é muito importante para que o pequeno se sinta seguro ao se locomover no ambiente.

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar!


[the_ad id="14710899"]
[the_ad id="14710899"]
[the_ad_group id="16404"]