Clínica Geral

Como tratar espinha no nariz sem dor

Por Redação Doutíssima 11/05/2015

Se você já teve problemas com acne, sabe que, em geral, pode ser dolorida. No entanto, algumas merecem o prêmio de desconforto e dor, como a espinha no nariz, que surge na parte interna, fazendo a pessoa procurar maneiras de se livrar desse incômodo.

 

Mesmo quem não tem problemas de pele com acne já teve algumas espinhas, comuns na adolescência e na fase de desenvolvimento. No entanto, elas não deixam de surgir com a idade e podem ocorrer a qualquer momento.

espinha no nariz

Compressas mornas podem aliviar desconforto de espinha na parte interna do nariz. Foto:iStock, Getty Images

De acordo com informações do portal da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), 35 a 90% dos adolescentes sofrem com o problema, 5% das mulheres adultas reclamam de espinhas e em relação aos homens, somente 1%.

 

Em casos como de espinha no nariz, é sempre bom estar atento ao que deve ser feito para evitar dores, desconforto e para se livrar de uma imperfeição realmente incômoda. Buscamos informações para ensinar a você a melhor maneira de lidar com com essa espinha.

 

Por que surge a espinha no nariz?

A espinha no nariz surge da mesma forma que as outras espinhas: por uma contaminação bacteriana das glândulas sebáceas, explica a médica Estrela D’Áurea, dermatologista e especialista em cosmiatria.

 

Entretanto, quando a espinha ocorre na parte interna do nariz, e não na pele do rosto, o caso é um pouco mais delicado. Por isso, saiba que o tratamento deve ser iniciado assim que surgirem os primeiros sinais da espinha se desenvolvendo.

 

Fique atento para sinais de dor, vermelhidão e inchaço na parte interna do nariz. Assim, você vai poder eliminar a espinha e, consequentemente, a dor e o incômodo.

 

Como tratar a espinha no nariz

Assim que você notar os primeiros sinais, apontados acima, de que uma espinha está se formando na parte interna do nariz, não mexa no local. Isso pode causar mais dores e piorar a situação.

 

Conforme as recomendações da dermatologista Estrela, você deve fazer compressas mornas sobre a região, deixando o calor aquecer o local por alguns minutos e repetir esse mesmo passo várias vezes ao dia. As compressas devem fazer parte da sua rotina até que apareça a parte branca da espinha no nariz.

 

A inflamação, quando chega na camada mais superficial da pele, tende a drenar espontaneamente. Por isso, não aperte a região nem coce com as unhas, já que isso pode piorar a inflamação e causar lesões sérias.

 

A Dra. Estrela recomenda lavar a região, se possível, com sabonete antisséptico que evita a contaminação de outras bactérias no local.

 

Se depois de todos esses passos a espinha continuar lhe causando dor e desconforto, está na hora de procurar auxílio de um especialista. Se o caso ocorrer com muita frequência, também é indicado consultar um médico.

 

Um dermatologista poderá indicar o tratamento mais recomendado para você. Em alguns casos, é receitado o uso de antibióticos e anti-inflamatórios para tratar espinha no nariz ou em outras partes do corpo. Cuide de você e não se desespere: para tudo há solução.

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar!


Sites parceiros