Quando pensamos em diabetes, o primeiro pensamento é a restrição alimentar. Mas, o que nem todo mundo sabe é que a dieta para diabéticos não tem “alimentos proibidos”. O que importa é a quantidade dos alimentos a serem consumidos, como explica a nutricionista Michele Blankenheim.

 

O paciente diabético não pode, por exemplo, deixar de comer doces e ingerir no lugar uma quantidade excessiva de pão, pois ambos alteram a glicemia, por exemplo. “Se comer dez porções de frutas ao mesmo tempo, também haverá alteração”, completa Michele.

dieta para diabeticos
Pessoas diabéticas podem manter diariamente uma alimentação equilibrada e natural. Foto:iStock, Getty Images

Dieta para diabéticos deve ter equilíbrio

A dieta para diabéticos hoje deve ser igual a alimentação de uma pessoa sem patologia, sendo equilibrada, segundo a nutricionista. “Qualquer pessoa deve cuidar da qualidade e quantidade dos alimentos consumidos”, frisa.

Quem não tiver problemas dessa natureza, pode ter a saúde complicada a partir do momento em que consome doces e gorduras em excesso. Tudo deve ser mantido dentro das quantidades adequadas, como em qualquer situação.

O mercado oferece uma gama bem grande de alimentos que integram a dieta para diabéticos, mas Michele ressalta que a alimentação pode ser a mais natural possível. Frutas e verduras frescas, pães integrais, carnes magras devem ser prioridade nesse cardápio.

“Deve-se evitar ao máximo alimentos processados. Hoje a população necessita, principalmente, voltar aos hábitos de anos atrás, comendo, assim, alimentos preparados em casa, com menos conservantes, alimentos de feira”, orienta a nutricionista.

Dieta para diabéticos no supermercado

Mas, se mesmo assim, você desejar, ou precisar visitar o supermercado para montar uma dieta para diabéticos, Michele dá algumas dicas bem importantes. De acordo com ela,  o diabético precisa estar atento a todas as informações nutricionais. Evitar consumo abusivo de gordura e açúcar simples, preferir alimentos ricos em fibras.

Alimentos dietéticos, que muitas vezes são destinados a dieta para diabéticos, podem não ser a opção de alimento mais saudável. Michele salienta que pode acontecer de, no lugar do açúcar, ter uma quantidade maior de gordura que em excesso também fará mal.

“É importante ler o rótulo dos alimentos e saber o que está consumindo”, aconselha a nutricionista. Na dúvida, não leve e muito menos consuma o produto. Poder contar com a orientação de um profissional da saúde, também é fundamental.

 

Saiba mais sobre diabetes

A diabetes é uma doença que afeta o metabolismo da glicose causada pela falta ou má absorção de insulina, hormônio produzido pelo pâncreas que tem a  função de quebrar as moléculas de glicose para transformá-las em energia a fim de que seja aproveitada por todas as células.

 

A ausência total ou parcial desse hormônio afeta não só a queima do açúcar, bem como a transformação em outras substâncias (proteínas, músculos e gordura).

 

A diabetes não é uma doença só, mas consiste em um conjunto de patologias que têm em comum o aumento da concentração de glicose no sangue.

 

A atividade física é uma ótima aliada no controle da doença, pois o controle do peso também é importante. Assim, acompanhamento psicológico, da mesma forma, pode servir como apoio.

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar!


DEIXE UMA RESPOSTA