Se você nunca ouviu falar em crise de gota, saiba que essa doença reumatológica, muitas vezes causada por fatores genéticos, acomete mais os indivíduos do sexo masculino. Isso não quer dizer que mulheres não possam sofrer com a enfermidade, mas isso é muito raro de acontecer.

 

O que é a crise de gota?

A gota é uma doença reumatológica que afeta as articulações, causando uma dor forte. A crise de gota ocorre quando o corpo produz ácido úrico em excesso ou tem dificuldade de eliminá-lo. Isso faz com que haja uma concentração de cristais de monourato de sódio ao redor das articulações. São esses cristais que provocam a dor, a inflamação e o inchaço.

crise de gota
Dieta rica em carnes pode ter relação com aparecimento de doença reumatológica. Foto: iStock, Getty Images

Além do ácido úrico por fatores genéticos, outros fatores podem ser relacionados, como a incapacidade dos rins em eliminar o ácido úrico; dietas ricas em carnes e frutos do mar; ingestão abusiva de álcool e o consumo de alguns medicamentos.

É nos homens que a gota vai se desenvolver com mais facilidade. A constatação é baseada na produção de ácido úrico, que por si só, já é maior nos homens. Aliando essa maior produção ao fator genético de dificuldade na excreção, teremos o sexo masculino mais propenso a desenvolver a gota.

Isso não significa que a mulher não desenvolva a doença. O que ocorre é que elas têm as crises de dor nas juntas provocadas pelo ácido úrico quando estão tomando diuréticos para controlar a pressão alta. Isso ocorre porque esses medicamentos dificultam a eliminação do ácido úrico.

 

O principal sintoma da gota é a inflamação intensa na articulação do dedão do pé, com dor forte, em geral à noite e na lateral do dedão. Além disso, podem ocorrer também o aparecimento de caroços brancos ou nódulos nas articulações.

O diagnóstico é feito por meio de uma punção na articulação, que vai mostrar a presença ou não de cristais de ácido úrico no local. O tratamento pode ser curativo, com anti-inflamatórios, ou preventivo. Algumas plantas medicinais, como cerejas, bétula, café e folhas de urtiga podem ser boas auxiliares no tratamento.

Dieta e crise de gota

Se você é homem, não fique desesperado achando que vai ter alguma crise de gota. Existe um padrão típico do indivíduo que é acometido pela doença. Segundo um estudo publicado em 2006 na Revista Brasileira de Reumatologia, esse indivíduo é de meia idade, obeso, hipertenso, por vezes diabético e que consome muitas bebidas alcoólicas.

A dieta é um elemento bastante importante para quem sofre de gota. O consumo de alimentos com alto teor calórico e com poucos nutrientes está relacionado aos casos de gota em homens.

São vilões dos pacientes de gota os alimentos como carne vermelha, frutos do mar, bebidas alcoólicas e alimentos e bebidas que contêm o xarope de milho, que é rico em frutose. E mais, os ricos em calorias e as cervejas também são considerados um trampolim para uma crise de gota.

Seguindo à mesa, mas pelo lado bom, o consumo de alimentos feitos com carboidratos complexos (cereais integrais, arroz integral, aveia, feijão) é indicado. O café também é indicado como bebida com poder de reduzir o risco da crise de gota.

Para quem já tem gota ou tem predisposição a ter a doença, o ideal é controlar a dieta, o que não vai fazer mal algum, ainda que nunca desenvolva uma crise de gota.

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar!


DEIXE UMA RESPOSTA