Zen

Relaxe o corpo e a mente com a massagem sueca

Por Redação Doutíssima 16/05/2015

A massagem sueca é um dos tipos de massagem mais conhecidos no Ocidente, e isso não é à toa. Realmente, se feita corretamente, essa massagem é capaz de trazer uma série de benefícios para o organismo. Está interessado em saber se é uma boa opção para você? Conheça um pouco mais sobre ela.

 

Massagem sueca: para quem é indicada

De acordo com a Sociedade Brasileira de Medicina Manual, as massagens clínicas fazem uso de métodos naturais e não invasivos com a intenção de prevenir e também de tratar algumas patologias.

massagem sueca

Estilo de massagem pode aliviar tensões musculares e reduzir o nível de estresse. Foto: iStock, Getty Images

A massagem sueca é indicada principalmente para pessoas que sofrem com dores musculares agudas ou então andam bastante estressadas. Além disso, é capaz de melhorar a circulação sanguínea, sendo indicada para pessoas com esse tipo de problema.

 

Sendo, porém, uma técnica que vai a fundo nas dores musculares, é indicada apenas para pessoas que estão dispostas a sentir pressão e, eventualmente, algum desconforto em uma sessão de massagem.

 

Como funciona a massagem sueca

Essa massagem deve ser aplicada apenas por especialistas, que consideram uma série de fatores antes de fazê-la. É provável que se for em um profissional competente, ele faça uma entrevista para saber determinadas condições, como áreas em que você sente mais dor ou então se você está grávida.

 

A partir dessas informações, o especialista irá desenvolver um plano de massagem específico para o seu caso.

 

Finalmente, quem irá aplicar a massagem optará, então, por um dos quatro movimentos mais comuns: effeurage, petrissage, tapotement e friction.

 

1. Effeurage

Esse é um movimento que aplica pressão, firme ou suave, sobre os tecidos moles. Normalmente, é usado no início da sessão, passando depois para outros movimentos mais complexos.

 

2. Petrissage

Significa “amassamento”. Esse tipo de movimento visa eliminar toxinas que eventualmente estejam presentes nos tecidos musculares, utilizando pressão para melhorar a circulação e relaxar a musculatura.

 

3. Tapotement

Nesse estágio da massagem, são usados “tapas” nos músculos. Através deles, é possível aliviar a tensão e as dores.

 

4. Friction

Essa é a principal técnica desse tipo de massagem. Com a utilização dos dedos, da base da mão ou, até mesmo do cotovelo, o massoterapeuta irá fazer movimentos circulares nos músculos, atingindo tecidos ósseos. É um movimento capaz de liberar a tensão muscular mais profunda.

 

Há benefícios para a saúde?

Existem diversas pesquisas que confirmam os benefícios da massagem sueca para a saúde em geral.

 

Recente estudo publicado no Journal of Alternative and Complementary Medicine, por exemplo, indica que esse tipo de massagem é capaz de reduzir os níveis de cortisol no organismo, que nada mais é do que o hormônio do estresse.

 

Além disso, as pessoas saem com a sensação de rejuvenescimento após uma sessão de massagem. Isso ocorre porque há liberação de dois hormônios em particular, a dopamina e a serotonina, que são responsáveis pelos sentimentos de felicidade e bem-estar no ser humano.

 

Origens dessa massagem

A massagem sueca tem esse nome porque é uma técnica desenvolvida por Per Henrik Ling, um fisiologista sueco e estudante da Universidade de Estocolmo.

No início, ele desenvolveu um sistema chamado “Ginástica Médica”, que incluía movimentos feitos por um terapeuta.

 

Esses movimentos foram conhecidos como “Movimentos Suecos” ou “Movimentos Suecos de Cura” no início, mas hoje são mundialmente famosos simplesmente como massagem sueca.

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar!


Sites parceiros