Filhos

Fique atenta aos primeiros sintomas da gravidez

Por Redação Doutíssima 18/05/2015

Identificar os sintomas da gravidez nem sempre é uma tarefa fácil. Cada mulher possui uma espécie de sintonia com o seu corpo, porém, os sinais de que há uma gestação só começam a aparecer quando o óvulo fertilizado se implanta na parede uterina, semanas após a fertilização.

 

Assim, o primeiro acontecimento que leva as mulheres a desconfiarem da gravidez é a ausência de menstruação. Entretanto, demorar a identificar a condição pode prejudicar o feto, visto que as grávidas precisam adotar certos cuidados: não consumir bebidas alcoólicas ou realizar exames de raio-x, por exemplo.

sintomas da gravidez

Mulheres grávidas podem apresentar enjoos, cólicas e aumento no tamanho dos seios. Foto: Shutterstock

É por isso que é fundamental prestar atenção aos sintomas da gravidez. Seu corpo e sua mente, provavelmente, vão dar sinais de que um bebê está a caminho. Você só precisa ser capaz de identificá-los.

Veja como detectar sintomas da gravidez

Por conta da alteração hormonal, a gravidez apresenta sintomas físicos e mentais nas mulheres.

O período de surgimento deles varia de mulher para a mulher, mas o mais comum é que os sintomas da gravidez apareçam após três semanas.  Confira alguns deles:

1. Cólicas e enjoos

As cólicas e enjoos, sintomas da gravidez relativamente comuns, acometem muitas mulheres. É normal que as grávidas sintam algum desconforto na parte inferior do abdômen, similar à cólica menstrual. Isso ocorre por conta das alterações do tamanho do útero, que ocasionam contrações uterinas potencialmente dolorosas.

Os enjoos também são indicativos de uma possível gravidez. Eles surgem no primeiro trimestre para a maioria das mulheres: estima-se que cerca de 70 a 80% das mulheres percebem esse sintoma.

2. Aumento dos seios

As alterações no tamanho dos seios são uma forma do organismo se preparar para o período de amamentação. Assim, seios maiores e doloridos também representam um dos sintomas da gravidez.

3. Vontade de urinar

A frequência urinária é um dos sintomas que atinge quase 100% das mulheres grávidas. A vontade de ir ao banheiro em curtos intervalos de tempo acompanha as grávidas por quase toda a gestação.

Inicialmente, o aumento da urina ocorre devido à redução da capacidade da bexiga de se esvaziar completamente, por conta do relaxamento provocado pelos hormônios.

Além disso, é importante ficar atenta e procurar um médico se necessário: de acordo com um estudo realizado pela Sociedade Brasileira de Urologia (SBU), 40% das gestantes podem apresentar episódios de incontinência urinária.

 

4. Fome

Alterações no apetite e vontade de comer alimentos inusitados também são sinais da gravidez. Eles representam uma das clássicas mudanças que ajudam a detectar uma possível gestação.

 

Sintomas da gravidez variam entre as mulheres

É importante ressaltar que os sinais da gravidez não se manifestam de maneira igual em todas as mulheres.

Não há regra exata sobre quando ou como esses indícios vão aparecer. Inclusive, há mulheres que não apresentam praticamente nenhum sintoma de gravidez, mesmo estando grávidas.

Assim, a recomendação é que você procure um médico logo que manifestar algum sintoma e houver possibilidade de gravidez.

O profissional poderá lhe confirmar a gestação e garantir que você e o bebê tenham todos os cuidados necessários para passar os nove meses com tranquilidade, dando dicas para aliviar qualquer mal-estar nesse período.

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar!


Sites parceiros