[the_ad_group id="16401"]
Clínica Geral

Saiba como se comportar após uma cirurgia de vesícula

Por Redação Doutíssima 18/05/2015

A cirurgia de vesícula é um procedimento relativamente simples, mas que exige alguns cuidados. Se você sofre por conta de pedras ou inflamações na vesícula, o processo cirúrgico pode ser a única alternativa para melhorar. Mas para assegurar sua saúde, é preciso adotar hábitos cautelosos no pós-operatório.

 

Há duas formas de cirurgia de vesícula existentes. A primeira, conhecida como cirurgia convencional, é realizada através de um corte no abdômen.

Já a laparoscopia, uma cirurgia menos invasiva, é feita através de quatro furos de 0,5 cm no abdômen. Ambos os procedimentos necessitam de anestesia geral, o que significa que o paciente pode permanecer internado por cerca de um ou dois dias.

cirurgia de vesicula

É possível se recuperar da remoção da vesícula com alguns cuidados essenciais . Foto: iStock, Getty Images

Por que fazer uma cirurgia de vesícula?

A cirurgia é indicada, especialmente, em casos de dor. Fora as situações em que a remoção da vesícula é necessária por conta de tumores, a maioria dos procedimentos são realizados em decorrência de colelitíase (pedras na vesícula) ou colecistite (inflamação da vesícula).

 

A colecistectomia, de acordo com um estudo publicado em 2010 na Revista Mineira de Enfermagem, resume-se na remoção da vesícula biliar e dos cálculos e, por isso, ajuda a aliviar os sintomas do problema.

Os sintomas das condições incluem falta de ar ou tosse contínua, febre superior a 38 graus, dor abdominal persistente e vômitos contínuos. A formação de pedras pela vesícula, cuja função é auxiliar na digestão de alimentos gordurosos, ocorre por conta de um desequilíbrio entre as substâncias existentes dentro dela.

Tal desequilíbrio é resultado de mudanças extremas no peso corporal, ou do próprio envelhecimento da pessoa. E as cirurgias não são incomuns: estima-se que nos Estados Unidos são realizadas anualmente cerca de 700.000 cirurgias de vesícula. No Brasil, a média está aumentando: a cada ano sobe em cerca de 2.000 o número de procedimentos cirúrgicos.

Cuidados após a cirurgia de vesícula

O processo pós-operatório dos pacientes que se submetem a uma cirurgia de vesícula costuma ser tranquilo. Tomando alguns cuidados, é possível retomar a rotina em cerca de uma semana.

Uma recomendação é que, após a cirurgia, a pessoa não fique muito tempo sentada ou deitada. O ideal é andar um pouco, com auxílio de algum familiar ou amigo. Isso estimula a circulação do sangue.

Depois da cirurgia de vesícula, é essencial manter uma alimentação balanceada. A dica é investir em alimentos leves e suaves, com baixo teor de gordura. Assim, o sistema digestivo poderá se readaptar tranquilamente à ausência da vesícula, e dores ou náuseas serão evitadas.

Beber líquidos quentes também é uma opção para atenuar o desconforto do pós-operatório. É comum que os pacientes sintam dores no peito ou no ombro após a cirurgia. Esse incômodo é causado por gases que inflam na barriga durante a operação, que podem ser combatidos com o auxílio dos líquidos.

Um dos cuidados primordiais após a cirurgia de vesícula é seguir as orientações do médico. O acompanhamento do especialista é necessário no período de uma até cinco semanas após o procedimento. Ele poderá assegurar que sua recuperação seja tranquila, através do uso de medicamentos adequados.

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar!


[the_ad id="14710899"]
[the_ad id="14710899"]
[the_ad_group id="16404"]