Gestante

Tonturas na gravidez: quais as causas e como tratar

Por Redação Doutíssima 20/05/2015

As tonturas na gravidez fazem parte do grupo de sintomas desagradáveis desse período da vida da mulher. Saber as causas e como aliviar essa indisposição podem deixar a gestação mais tranquila e segura para a mãe e para o bebê que vai nascer.

 

Causas das tonturas na gravidez

A tontura na gravidez é um sintoma normal e pode começar desde a primeira semana de gestação.

tonturas na gravidez

Alimentação balanceada e ingestão de água podem aliviar a tontura nas gestantes. Foto: iStock, Getty Images

Segundo a Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico-Facial (ABORLCCF), as tonturas na gravidez, até ao segundo trimestre, normalmente estão relacionadas à diminuição da pressão arterial, alterações provocadas pela ação dos hormônios (estrógeno e progesterona).

 

Já quando ocorre no terceiro trimestre, em geral é um indicativo da pressão do útero sobre os vasos sanguíneos. Com o crescimento de mais vasos no início da gravidez, a pressão do útero sobre esses, que estão em expansão e a necessidade de aumento do corpo para alimentar todos podem causar esses desconfortos.

 

As tonturas na gravidez também podem ser ocasionadas por outros fatores, como hipoglicemia, quando a mulher passa muito tempo sem comer; aumento da circulação sanguínea; ou ainda quando a gestante passa longos períodos em pé. A tontura pode ocorrer várias vezes ao longo da gestação, mas, em geral não provoca complicações para a grávida ou para o bebê.

 

Quando você sentir que está tonta, é recomendável sentar-se e colocar a cabeça entre as pernas, caso a barriga ainda esteja pequena. A gestante também pode deitar-se na cama e elevar as pernas acima da cabeça (você pode colocar um travesseiro alto embaixo delas).

 

Procure, nessas ocasiões, levantar-se lentamente da cama e fazer movimentos com as pernas durante o dia. Comer de três em três horas, alimentos leves e nutritivos, como frutas (entre os horários das refeições) e tomar pelo menos dois litros de água diariamente também são ações que podem aliviar as tonturas na gravidez.

 

Tonturas na gravidez podem representar perigo?

Não deixe de informar o seu médico sobre a frequência das tonturas ao longo da gestação, sobretudo se vierem acompanhadas de visão embaraçada, dores de cabeça ou palpitações. Nesses casos, podem ser sintoma de uma anemia severa ou outra doença grave que pode afetar a gravidez.

 

Em casos de tonturas muito frequentes, ou acompanhadas de sintomas como confusão mental, desmaios, suores frios, dores e sangramentos, o melhor a fazer é buscar imediatamente um atendimento médico de urgência.

 

Outro cuidado que você deve ter é para não se machucar em caso de desmaio. Por isso, é importante que você se sente quando sentir a tontura. Se você sentir que está prestes a perder os sentidos, deite-se sobre o lado esquerdo do corpo. Essa posição aumenta o fluxo de sangue para o cérebro.

 

As tonturas na gravidez fazem parte dos dez primeiros sintomas de que houve uma fecundação. Entre os demais sinais de que a mulher está grávida estão: corrimento vaginal cor-de-rosa, cólica ou dor abdominal, mamas doloridas, inchaço abdominal, acne, cansaço fácil, enjoos e vômitos, sono, aversão a cheiros fortes, e variações de humor.

 

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar!


Sites parceiros