Músculos bem definidos são sinônimo de admiração. Para ter o corpo dos sonhos, uma das alternativas é frequentar a academia ou usar halteres com o intuito de combater a flacidez. Mas cuidado: alguns erros comuns no treino para bíceps podem prejudicar os bons resultados da malhação.

Na hora de levantar peso, é preciso mais que força. Por isso, não vale a pena investir em cargas muito pesadas se o seu corpo não estiver preparado. Isso porque é justamente nessas horas que ocorrem os errinhos mais comuns, como alterações na postura e repetições muito rápidas para compensar a falta de força.

treino para bíceps
Malhar de forma incorreta pode ocasionar dores e lesões permanentes. Foto: iStock, Getty Images

Veja como evitar erros no treino para bíceps

Executar de forma incorreta um treino para bíceps, além de prejudicar a definição muscular, pode ocasionar outras dores. Por isso, confira quais são os erros mais comuns e como evitá-los:

Mexer o corpo durante o exercício

Ficar balançando o corpo durante as repetições fará com que sua força não seja inteiramente dedicada ao levantamento do peso. Por isso, concentre-se em uma posição estática e mexa somente os braços.

Uma boa dica para evitar que o corpo se movimente entre as repetições é sentar. O ideal é encostar as costas e deixá-las apoiadas de maneira ereta durante o exercício.

Fazer repetições muito rápidas

Se você busca músculos bem definidos, não adianta correr nas repetições. Manter uma velocidade moderada nas séries melhora o desempenho do seu treino no geral. Afinal, executar os movimentos muito rápido aumenta a fadiga muscular.

Respiração incorreta

Respirar de forma errada durante as repetições do exercício vai aumentar a sensação de cansaço, além de prejudicar o desempenho. É muito importante lembrar de inspirar e expirar corretamente. O ideal é soltar o ar na hora de fazer força e levantar o peso.

Não variar

Em um treino para bíceps ideal, os exercícios devem variar. Não adianta sobrecarregar os músculos fazendo sempre um mesmo movimento, com muitas repetições. Variar é a melhor forma de prevenir lesões em decorrência de esforço repetitivo e desgaste muscular.

Curvar as costas

Manter uma boa postura é essencial, especialmente no treino para bíceps. Se você perceber que está se curvando é porque a carga do peso deve estar incorreta. Neste caso, você está usando a força da coluna para compensar.

O correto é deixar as costas sempre bem retinhas. Até porque, se você estiver utilizando outros músculos na hora do exercício, o foco não será no bíceps. Consequentemente, ele não ficará definido da maneira ideal.

Consequências do treino para bíceps incorreto

Um treino para bíceps mal executado pode até parecer inofensivo, mas pode causar incômodo a curto prazo e lesões sérias a longo prazo. A respiração incorreta e a má postura na execução das repetições, por exemplo, prejudicam a circulação sanguínea e podem causar dor na lombar.

Já a repetição exaustiva de exercícios pode gerar dor crônica, fadiga muscular e inchaços. Forçar demais o músculo também prejudica as articulações e, eventualmente, pode causar lesões permanentes. Por isso, tome muito cuidado: malhar de forma incorreta acaba sendo tão prejudicial quanto o sedentarismo.

 

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar!


DEIXE UMA RESPOSTA