Alimentação infantil

Como preparar verduras e legumes para a alimentação infantil

Por Redação Doutíssima 24/05/2015

As crianças e as verduras e legumes nem sempre são melhores amigos, mas há algumas maneiras fáceis de fazer seu filho se aproximar mais da cenoura e do brócolis. É claro que muita paciência é necessária, porém determinadas mudanças na abordagem do assunto à mesa podem ser decisivas para incluir esses alimentos no dia a dia das crianças.

 

De acordo com um estudo conduzido pela Universidade de Ohio, nos Estados Unidos, em 2009, apenas 22% dos pequenos entre dois e cinco anos comem a quantidade indicada pelo governo americano para o consumo de vegetais.

verduras e legumes

Incluir vegetais na alimentação familiar pode ser um incentivo para as crianças. Foto: iStock, Getty Images

Com o avançar da idade, a situação só piora: dos seis aos 11 anos, só 16% das crianças seguem a recomendação, e dos 12 aos 18, esse percentual cai para 11%.

 

Crianças aprendem pelo exemplo

Uma grande parte dos bebês come as verduras e os legumes como um de seus primeiros alimentos sólidos. Entretanto, após o primeiro ano, a criança fica mais exigente com a comida, e muitas vezes exclui esses alimentos do seu dia a dia.

 

Forçar as crianças a comerem mais verduras e legumes, porém, não é a solução mais adequada. A melhor maneira é incluir alimentos saudáveis como parte da dieta diária da família inteira.

Talvez leve algum tempo, mas assim as crianças seguem o exemplo dos outros membros e aprendem melhor. Continue tentando.

 

Verduras e legumes: como incluir 

Algumas outras dicas, que vão além de colocar a família como exemplo a ser seguido, também podem ser úteis para incluir verduras e legumes no dia a dia das crianças.

 

Se você oferecer vegetais às crianças quando elas estão com bastante fome, é muito provável que elas aceitem a oferta. Para isso, tente preparar aperitivos coloridos para antes do jantar – cenouras cortadas, por exemplo, são uma ótima e tentadora pedida.

 

Além disso, é possível dar nome aos vegetais. À primeira vista soa estranho, mas os pequenos acharão muito divertido e talvez desenvolvam alguma simpatia por esse tipo de alimento.

 

Você também pode levar suas crianças ao supermercado e deixá-las à vontade para escolher os vegetais que mais lhe agradam. Para complementar, quando voltarem para casa, convide-as para cozinhar junto com você.

 

No entanto, se nada disso funcionar, existe ainda uma última alternativa. Esconder os vegetais no meio das comidas que a criança mais gosta. Não é a melhor forma de como preparar verduras e legumes para a alimentação infantil, mas certamente fará com que os pequenos comam as quantidades necessárias desses alimentos.

 

Benefícios das verduras e legumes 

As verduras e legumes beneficiam as crianças de várias maneiras, e por isso é tão importante inclui-los na alimentação do dia a dia. A ingestão desses alimentos contribui para melhor nutrição e saúde digestiva, bem como para a diminuição do risco de obesidade.

 

Além disso, o consumo desses alimentos beneficia a vida escolar dos pequenos. De acordo com um levantamento publicado no Journal of School Health, em 2008, que investigou o desempenho de 5.200 estudantes canadenses, por exemplo, as crianças que possuem uma alimentação adequada têm 41% menos chances de falharem em testes de alfabetização.

 

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar!


Sites parceiros