Por mais que as pessoas se preocupem com os cuidados com o cabelo, as doenças do couro cabeludo não devem ser ignoradas. Até porque, uma vez instaladas e não cuidadas, podem ser a sentença de perda definitiva das suas madeixas.

 

Principais doenças do couro cabeludo

Conheça algumas doenças que podem afetar o seu couro cabeludo.

doencas do couro cabeludo
Psoríase e dermatite seborreica são doenças que podem afetar o couro cabeludo. Foto: iStock, Getty Images

1. Dermatite seborreica

É a mais comum das doenças do couro cabeludo, popularmente conhecida como caspa e se caracteriza por uma oleosidade excessiva (seborreia) no couro cabeludo, juntamente com inflamação e descamação.

A inflamação, segundo a Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) deixa o couro cabeludo vermelho e sensível. Já a descamação forma crostas que, quando removidas, podem causar ferimentos no couro cabeludo.

 

É geralmente associada ao estresse e fungos. O tratamento é feito com shampoos específicos anti-inflamatórios, antifúngicos, e normalizadores da descamação ou, todos associados, dependendo da gravidade. Para evitar a caspa, o ideal é enxaguar os cabelos com água morna ou fria e jamais dormir de cabelo molhado.

 

2. Psoríase

Essa é uma das doenças do couro cabeludo que é associada à herança genética. No couro cabeludo, pode ser confundida com a dermatite seborreica, pois leva a uma descamação intensa e esbranquiçada, parecida com a caspa.

 

Essa doença, entretanto, melhora com a exposição solar e tratamento específico, que inclui shampoo à base de alcatrão e ácido salicílico, loções de corticoesteroides (anti-inflamatório) de aplicação tópica e infiltrações nos locais mais persistentes das placas.

 

3. Alopecia areata

É uma doença autoimune, na qual o organismo reconhece como inimigas as próprias células, destruindo-as. A perda de cabelos é um dos sintomas e pode ocorrer em clareira, nas pernas e até mesmo nas sobrancelhas e cílios, tudo em forma de círculo. Pode estar associada ao vitiligo, ou alterações da tireoide, por exemplo.

 

4. Tinha

Causada por fungos, tem como sintoma a perda de cabelo localizada. Também há o surgimento de placas, que podem ficar inflamadas e até infeccionar. O tratamento inclui o uso de antibióticos orais, caso seja descoberta precocemente. Caso contrário, a perda de cabelo pode ser definitiva.

 

5. Líquen plano capilar

Essa também é uma das doenças do couro cabeludo que forma vermelhidão e descamação. Entretanto, vem acompanhada de pequenas bolinhas arroxeadas. Também precisa de tratamento imediato para não causar a perda definitiva dos cabelos.

 

6. Foliculite queloidiana da nuca

Essa é uma infecção crônica dos folículos pilosos. Em casos mais graves, a doença pode deixar fibroses ou cicatrizes queloides (em alto relevo). Desenvolve-se mais frequentemente em homens com tendência à acne.

 

7. Câncer de pele no couro cabeludo

 

Sem dúvida, é a mais perigosa das doenças do couro cabeludo. Uma lesão cancerígena nessa área pode atrasar o diagnóstico e o tratamento. O câncer nessa região se torna mais perigoso, pois pode causar metástase para o cérebro.

 

Evitando as doenças do couro cabeludo

Não só no caso das lesões cancerígenas, mas para todos os outros problemas que podem aparecer no couro cabeludo, o melhor a fazer é examinar regularmente a sua cabeça.

Para o autoexame, basta alguns minutos, uma ou mais vezes por mês, na frente do espelho e de preferência com luz natural, para verificar alguma mudança.

Também não se esqueça da importância de sempre consultar um dermatologista. Afinal, ele é o profissional que pode verificar se tudo está bem com o seu couro cabeludo.

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar!


DEIXE UMA RESPOSTA