Muitas pessoas utilizam remédios caseiros para tratar condições de saúde e o chá de sucupira é um deles. Para isso, o mais comum é que sejam utilizadas as sementes da planta Pterodon emarginatus – que é capaz de fazer muito bem para o tratamento de inflamações. Porém, como todo método caseiro, é preciso ter cuidado com sua manipulação.

 

O segredo do chá de sucupira

A sucupira, também conhecida como faveiro, fava-de-sucupira, fava-de-Santo-Inácio, sapupira, sucupira-branca, sucupira-lisa, supupira-do-campo, sebepira, sebipira, cutiúba, macanaíba e paracarana, é capaz de ter várias ações positivas no organismo.

cha de sucupira
Chá feito com semente da planta sucupira pode ter efeito analgésico no organismo. Foto: iStock, Getty Images

Isso ocorre em razão da presença de certas substâncias em várias partes da planta. As sementes e o fruto da sucupira, por exemplo, são ricos em triterpenos e isoflavonas, que possuem ação anti-inflamatória, antiproliferativa, antioxidante, antiartrítica, antidiabética, quimioprotetora e citoprotetora.

 

A casca e as folhas, por outro lado, possuem alcaloides, que têm ação antiparasitária, e também isoflavonas, que além dos benefícios acima, dão boa proteção contra acidente cardiovascular. Essas partes da planta têm ainda ação neuroprotetora.

 

Benefícios do chá de sucupira

Os cientistas estão começando a estudar as partes químicas da semente de sucupira e, em particular, o óleo que é extraído a partir dessa semente. Tem sido demonstrado que a semente de sucupira ajuda a combater doenças ósseas, tais como a osteoartrite, a gota, as úlceras e a artrite.

 

O chá de sucupira também atua como um tônico antidiabético e anti-inflamatório. Em casos de bursite, dor nas costas e bico de papagaio, por exemplo, seu efeito analgésico é imediato e muito mais eficaz do que as drogas farmacológicas.

Segundo a Revista Brasileira de Plantas Medicinais, os efeitos analgésicos da planta explicam-se devido à presença de flavonoides em sua composição.

 

Outro uso muito indicado para o chá é para o tratamento de casos de Doença de Chagas, em razão de sua ação antiparasitária. Entretanto, esse benefício ainda não está cientificamente comprovado.

 

1. Como fazer o chá de sucupira

Para preparar o chá de sucupira, é possível utilizar algumas sementes da planta encontradas em lojas de produtos naturais. Basta partir as sementes em quatro pedaços e colocá-los para ferver em um litro de água, por mais ou menos 10 ou 15 minutos.

Depois que o líquido estiver frio, você deve consumir o chá em intervalos regulares, sempre adicionando ao tratamento bastante água.

 

2. Principais riscos e cuidados

Ainda faltam estudos que comprovem realmente a eficácia da planta para o corpo humano, já que a maioria das pesquisas são realizadas em animais. É por isso que seus efeitos secundários e possíveis riscos ainda não foram claramente explicados pela comunidade científica.

 

Por essa razão, antes de começar a usar esse remédio caseiro, é sempre necessário conversar com seu médico e buscar a indicação de um profissional especializado em terapias alternativas.

 

Quem utiliza essa planta para fins medicinais indica que não se deve usar o chá de sucupira por mais de 15 dias. Vale ressaltar que o chá feito a partir da semente de sucupira não faz parte da lista de fitoterápicos liberados pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar!


DEIXE UMA RESPOSTA