Muitas pessoas acabam desistindo de algo simplesmente pelo medo de errar. Isso é muito comum, porque é possível que o medo seja imobilizador. Em outras palavras, ele pode nos levar a fazer nada e, assim, estagnar nossa vida.

A consequência é que você provavelmente perderá grandes oportunidades ao longo do caminho. Superar o medo, então, é a chave para aproveitar o verdadeiro sucesso no trabalho e na vida.

medo de errar
O receio em errar pode estagnar a vida pessoal ou profissional de um indivíduo. Foto: iStock, Getty Images

De onde vem o medo de errar?

Michael Jordan é considerado um dos maiores jogadores de basquete de todos os tempos. Entretanto, ele foi cortado do time da escola porque seu treinador não achou que ele tinha habilidade o suficiente para o jogo. Se ele tivesse medo de errar, não seria essa lenda do esporte, não é mesmo?

 

Para encontrar as causas do medo de errar, primeiro é preciso entender o que um erro significa. Todo mundo erra em um ponto da vida porque todos temos diferentes pontos de referência, valores e crenças. A incapacidade de uma pessoa pode simplesmente ser uma grande experiência de aprendizagem para alguém.

 

Em algum momento da vida, a maioria das pessoas enfrenta o medo de errar. E esse receio é capaz de ter reflexos importantes. De acordo com um estudo liderado pela Universidade Bilkent, na Turquia, por exemplo, é possível que o medo do fracasso na escola afete negativamente a motivação do aluno e sua atitude de aprender.

 

As origens do medo de errar podem estar associadas a diversas causas. Por exemplo, ter os pais muito críticos ou ser humilhado na infância são motivos para carregar esse receio negativo para a vida adulta.

 

Como superar o medo de errar

É quase impossível passar pela vida sem experimentar algum tipo de erro. Por isso, é preciso superar a situação e ir sempre em busca da experiência. Veja algumas dicas que podem te ajudar:

 

1. Aceite que erros acontecem e aprenda com eles

Todos cometemos equívocos em algum momento da vida. A grande diferença é como encaramos eles. Alguns os enxergam como o fundo do poço. Entretanto, a forma correta é encarar os erros como um aprendizado.

 

2. Encontre a verdadeira causa do seu medo e a resolva

Se você sente um medo insuperável de alguma coisa, retroceda mentalmente e pergunte-se qual o verdadeiro receio. É que medo é um termo muito vago, e normalmente há algo de concreto por trás disso.

 

Caso você tenha claro em sua mente o que efetivamente dá origem a esse sentimento, é possível seguir em frente e ter um maior cuidado para que o receio não se torne realidade.

 

3. Persiga seus objetivos

É preciso entender que seus objetivos são muito mais concretos do que seus medos. A partir daí, é possível mentalizar que eles devem ser perseguidos a qualquer custo – mesmo que você cometa algum equívoco no caminho.

 

Como já dito acima, dos erros, extraem-se aprendizados e, pensando dessa forma, você provavelmente não irá cometê-los duas vezes.

 

4. Faça o que você teme

Talvez não seja fácil aceitar essa ideia, mas a partir do momento que você fizer o que teme, o medo irá embora. Para isso, você deve lembrar que a outra face do medo talvez seja o sucesso – e, a partir daí, extrair a motivação para colocar em prática aquilo que você realmente deseja.

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar!


DEIXE UMA RESPOSTA