[the_ad_group id="16403"]
Gestante

Técnicas de respiração ajudam a controlar as dores do parto

Por Redação Doutíssima 05/06/2015

Quando chegam as primeiras contrações, as dores do parto se aproximam. É possível que nesse momento você esteja indo para o trabalho, na rua ou em casa, então é uma boa ideia saber como proceder e qual é a hora certa de ir para a maternidade.

 

Por isso, algumas técnicas de respiração e relaxamento são capazes de ajudar, e muito, a aliviar os sintomas das dores do parto.

dores do parto

Técnicas de respiração podem ser eficazes para minimizar incômodo da dor do parto. Foto: iStock, Getty Images

Dores do parto: onde tudo começa

O trabalho de parto não tem esse nome por nada. Ter um bebê é um trabalho árduo, e parte desse trabalho é sentir dor. Segundo um estudo publicado na Revista da Associação Médica Brasileira em 2007, o incômodo é influenciado por fatores biológicos e emocionais.

Porém, não é preciso entrar em pânico porque existem diversas maneiras para controlar as dores do parto.

 

Para controlá-las, o segredo é saber várias técnicas e variá-las. É impossível saber, antes da hora, qual delas irá funcionar para você e nem por quanto tempo ela será eficaz. Em outras palavras, é importante manter a mente aberta e se preparar bastante para entrar no vasto mundo da gestão das dores do parto.

 

Como respirar ajuda com as dores do parto?

As técnicas de respiração durante o trabalho de parto são bastante utilizadas pelas mulheres. Através delas, é possível maximizar a quantidade de oxigênio disponível para a mãe e o bebê.

 

A utilização de técnicas de respiração tem sido associada por especialistas a um risco reduzido de parto assistido. E entender o que acontece quando você perde o controle de sua respiração talvez lhe dê uma ideia do motivo de a respiração ritmada ajudar tanto no trabalho de parto.

 

Quando você está tensa e assustada, sua respiração se torna superficial e rápida. A situação piora quando você fica em estado de pânico. Nesses casos, há redução da quantidade de oxigênio em seu corpo e você sente-se tonta e fora de controle. Isso prejudica tanto a mãe quanto a criança.

 

Técnicas de respiração para aliviar a dor

Tente praticar essas técnicas de respiração durante a gravidez. Elas ajudam a lidar com as dores do parto.

 

1. Respiração profunda e lenta

Essa técnica é indicada para quando as primeiras contrações aparecem. Respire profundamente, e em seguida de forma lenta e profunda. Quando a contração acabar, faça novamente uma respiração profunda. Faça de quatro a seis respirações para uma contração de mais ou menos 25 a 30 segundos.

 

2. Respiração peito raso

Esse tipo de respiração é utilizada quando as contrações já estão mais intensas, sem grandes intervalos entre si.

A ideia é começar com uma respiração profunda e, a partir daí, seguir o ritmo da intensidade das contrações. Finalize com uma respiração profunda quando a contração terminar.

 

3. Respiração assopro de vela

Essa é uma técnica quando as contrações estão ainda mais intensas, e o tempo entre elas é bastante curto. Ela é capaz de diminuir a pressão sobre o útero, evitando que o bebê seja precocemente “empurrado” para fora.

 

Começa-se com uma respiração profunda, seguida de quatro respirações rápidas e superficiais. Então, sopre pela boca, como se estivesse soprando uma vela. Repita o processo até o término da contração.

 

4. Empurre

É a técnica final para a hora do trabalho de parto. Quando houver a contração, tome duas respirações profundas, suspire e empurre. Enquanto empurra, mantenha seu queixo junto ao peito. Tome outra respiração quando faltar ar, segure-a, e continue empurrando até passar a contração.

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar!


[the_ad_group id="16349"]
[the_ad_group id="16404"]