[the_ad_group id="16403"]
Exercícios

Supino trabalha vários músculos essenciais do dia a dia

Por Redação Doutíssima 21/06/2015

Pessoas que frequentam a academia sabem que o supino é um exercício que faz parte de muitos treinamentos, mas nem sempre têm noção da importância desse tipo de atividade. Ele trabalha uma série de músculos que são essenciais para o nosso dia a dia. Por isso, seus benefícios podem ir muito além da definição muscular.

 

Supino: um exercício cheio de benefícios

O supino trabalha diversos músculos da parte superior do corpo, embora seu foco seja o peitoral maior. Feito regularmente, é capaz de resultar em definição e força na área do peito. Além disso, trata-se de um exercício composto, por isso também é importante para outros músculos, como tríceps e bíceps.

supino

Exercício para peitoral promove melhora na flexibilidade e na densidade óssea. Foto: iStock, Getty Images

Como acontece com todos os treinamentos de peso, o supino é capaz de aumentar a massa muscular e reduzir a gordura corporal. Os ossos também se beneficiam desse exercício porque há uma melhora na flexibilidade e na densidade óssea – essa atividade é uma das formas de prevenção da osteoartrite, por exemplo.

 

Além da força muscular e da saúde óssea, essa atividade apresenta ainda outros benefícios. De acordo com o Conselho Americano de Exercícios, fazê-lo regularmente reduz o nível do colesterol considerado ruim, e aumenta o nível daquele que é considerado bom.

 

Como fazer o supino corretamente

Em primeiro lugar, você deve procurar uma academia e buscar o auxílio de um professor de educação física. Assim, você vai garantir que esteja levantando o peso adequado e fazendo os movimentos de forma correta.

 

Caso tenha feito isso e, mesmo assim, ainda está com dúvidas, confira abaixo um pequeno guia sobre como fazer o supino.

 

1. Ajuste o aparelho

Isso significa que você deve regular o assento e adicionar o peso recomendado pelo instrutor da academia.

 

2. Posicione-se corretamente

Sente-se no banco, segure a barra e levante-a. Fique nessa posição – que é a posição de início do exercício.

 

3. Faça o movimento correto

Os movimentos envolvem trazer a barra até o seu peito e, em seguida, levantá-la para trás. Os movimentos devem ser constantes.

 

4. Concentre-se

Procure concentrar-se nos movimentos, e não na rapidez com que faz o exercício. É o movimento correto que irá gerar resultados.

 

5. Faça as séries recomendadas

Faça o número de séries recomendadas pelo instrutor da academia – ou então até que fique cansado. Lembre-se de não forçar seus músculos à exaustão, já que isso é capaz de ocasionar lesões.

 

Dicas para se exercitar melhor

Algumas dicas são importantes para executar melhor o supino. Confira algumas:

 

1. Barra

Segure a barra com o polegar, na parte da frente. Isso diminui o risco de ela escorregar.

 

2. Aparelho

Ajuste corretamente a largura do aparelho. Quando mais adequada ela estiver, mais você conseguirá trabalhar o tríceps.

 

3. Peitoral

Comprima as omoplatas e coloque seu peitoral para cima. Não permita que seus ombros se movam para frente. Mantenha a parte superior das costas contraídas ao longo de todo o movimento. As omoplatas e os glúteos devem ficar junto ao banco.

 

4. Pés

É importante colocar os pés no chão, já que isso dará maior estabilidade para a execução dos movimentos.

 

5. Segurança

Jamais solte a barra para que ela volte para cima. É importante que você a conduza nessa direção.

 

6. Respiração

A respiração também é fundamental para o exercício. O melhor é puxar o ar quando você está trazendo a barra para baixo, e soltá-lo quando está subindo.

 

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar!


[the_ad_group id="16349"]
[the_ad_group id="16404"]