[the_ad_group id="16401"]
Sexualidade

Descubra como dar prazer à mulher com a massagem yoni

Por Redação Doutíssima 25/07/2015

Não é apenas a penetração que garante satisfação à mulher na cama. Com a massagem yoni, o homem apenas utiliza os dedos para proporcionar prazer na companheira.

 

“Yoni”, em sânscrito, quer dizer “vagina”. Ou seja, esse tipo de massagem é feito no órgão genital feminino, uma zona erógena que pode ser explorada de diferentes formas para promover o orgasmo.

massagem yoni

Objetivo da massagem yoni é dar à mulher uma experiência de orgasmos múltiplos. Foto: Shutterstock

Na cultura sânscrita, a vagina é considerada um “lugar sagrado”. Por isso, o objetivo da massagem yoni é dar sensações diferentes e estimulantes à genitália, relaxando a mulher profundamente e aumentando a intimidade do casal.

 

De acordo com o conceito, o parceiro é chamado de “doador” e não pode pensar em receber nada em troca das carícias que faz. Conheça essa forma de garantir muito prazer para sua namorada.

 

Como preparar o clima da massagem yoni

Na massagem yoni, são os dedos do homem a fonte do prazer. Ele deve fazer tudo de forma altruísta, com o objetivo de dar à mulher uma experiência de orgasmos múltiplos. Apesar de o massagear ser um estímulo, o sexo com penetração não deve ser cogitado, mas sim visto como uma consequência caso a mulher consiga se doar também ao parceiro.

 

Para começar, prepare o ambiente. O lugar onde a massagem ocorre deve ter luz de velas, ser aromatizado com flores e incensos, lenços e almofadas para criar um clima relaxante e confortável. Som ambiente tranquilo ajuda no equilíbrio. Um banho relaxante, tomado a dois, inicia o ligamento entre o doador e a mulher.

 

Respiração sincrônica é outro requisito para uma boa massagem. Com calma, de modo uniforme e pausado, o ato de respirar completa os movimentos.

 

Insegurança e ansiedade podem quebrar o clima e fazer com que a excitação não aconteça. A tranquilidade possibilita que a mulher fique com os hormônios controlados e confiança para receber o toque do “doador”.

 

Conheça a técnica da massagem yoni

Coloque a mulher sobre travesseiros na posição de parto. Ponha um travesseiro com toalha sobre os quadris e deixe as pernas dela afastadas. A vagina deve estar exposta para que você faça os movimentos com calma e facilidade.

 

Os primeiros toques da massagem yoni são nas coxas, pernas, seios e abdômen. Antes de ir até a vagina, lubrifique bem. Massageie primeiro o lábio externo entre o dedo indicador e o polegar, deslizando de cima para baixo, de forma lenta. Terminado isso, faça o mesmo movimento no lábio interno.

 

Velocidade, pressão e intensidade vão depender do ritmo e intimidade do casal. Deixe que a mulher diga como gosta e vá testando o toque até que ela se acostume. Mantenha o foco no clitóris, uma zona erógena bastante sensível que possui de 6 a 8 mil terminações nervosas. Quando chegar lá, faça movimentos circulares em sentido horário e anti-horário.

 

Aos poucos, insira o dedo médio direito na vagina. Varie a velocidade e profundidade da massagem yoni, fazendo movimentos com o dedo. Procure pelo tecido em forma de esponja e estimule. Com a mão esquerda, massageie os seios ou o abdômen até que a mulher atinja o orgasmo.

 

Um estudo da Universidade de Michigan, nos Estados Unidos, comprovou as funções terapêuticas do orgasmo. Ele aumenta os níveis de estrogênio e de ocitocina, reduzindo o cortisol. Com isso, o estresse se esvai e aumentam as sensações de felicidade que combatem a depressão.

 

Gostou do artigo? Qual é a sua opinião sobre ele? Venha compartilhar suas experiências e tirar suas dúvidas no Fórum de Discussão DoutíssimaClique aqui para se cadastrar!


[the_ad id="14710899"]
[the_ad id="14710899"]
[the_ad_group id="16404"]